Idosa de 92 anos, que teve 13 filhos, é a protagonista do Clicks do Mês de abril; Confira história e fotos!
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 29/04/19

Idosa de 92 anos, que teve 13 filhos, é a protagonista do Clicks do Mês de abril; Confira história e fotos!

Alzira Alves dos Santos, de 92 anos, tem 13 filhos, 53 netos e 46 bisnetos. Ela casou com João dos Santos Filho, que faleceu há 6 anos. Dona Alzira é quem traz agora em abril, mais uma bela história narrada e registrada em fotografias pelo projeto “Clicks do Mês”.

Para conhecer a história e a grande família da matriarca Alzira, fomos até o povoado Peixe, localizado na zona rural de Massapê do Piauí, onde uma parte da família se reuniu para nos receber e participar dos registros.

Os 13 filhos de dona Alzira são Siriarco João dos Santos, Maria Alzira dos Santos Rodrigues, Bráulio João dos Santos, João dos Santos Neto, Abdias João dos Santos, Anacleto João dos Santos, Vicente João dos Santos, Matilde Alzira dos Santos Silva, Francisca Alzira dos Santos Gomes (Em memória), Firmino João dos Santos (Em memória), Gerôncio João dos Santos, Pedro João dos Santos, Maria Auxiliadora dos Santos Silva.

Na grande casa, acolhedora e aconchegante conversamos com a idosa. Ela contou que foi para o povoado no ano de 1947 e que a residência foi construída aos poucos. “Casei em 46 e em 1947 vim para cá. A gente morou em uma casinha de taipa, que era da avó do João que morreu. Só depois foi que fizemos um cômodo aqui para os meninos estudarem. Aí em 60 foi que viemos para cá, a casa foi construída de muitas vezes” contou.

Um dos fatos que chama atenção na história de Dona Alzira é que ela deu a luz aos 13 filhos em casa. “Dá trabalho, mas Deus deu um jeito, são muitos filhos, mas ele deu um jeito da gente passar até hoje. Meus filhos nasceram todos aqui, nunca fui no hospital para ganhar, foram todos em casa, com parteira” destacou.

Interrogada se enfrentou dificuldade para criar os filhos, ela disse que nunca faltou o sustento, e que ela o marido muito trabalharam para pôr o pão na mesa. “Sustentamos eles trabalhando muito, como diz o ditado “trabalhando no sol e na sombra”, de todo jeito. A seca de 70 mesmo eu passei no Chupeiro, era tempo de uns serviços lá e eu trabalhei vendendo a comida e costurando para os ‘cassaco’. Comecei na barragem, mas o diretor deu conselho a João para me levar para o Chupeiro porque quando havia certos serviços tinha que trazer pagamento aí era sujeito ter assalto. Então ele alugou uma casa e fui para o Chupeiro” contou.

Ela disse que eles também trabalharam vendendo palha. “Trabalhamos em serviço de palha, nem sei onde ficou palha aqui por perto onde eu não fui trabalhar. Arrendava muita palha aqui, a gente passava a seca toda trabalhando. A gente também comprava cera, algodão, levava para Araripina, para Picos. Ele começou a vida dele carregando palha, saia daqui com oito jumentos com carga para vender. Na volta ele trazia coisa para casa e para os “bodegueiros” daqui, porque aqui não tinha” falou.

De um fé enorme, dona Alzira doou um terreno para a construção de uma igreja, que fica ao lado de sua casa. “Eu sempre tive devoção, sou católica. Na minha casa todos os anos tinha novena missa, o padre vinha celebrar na minha casa. Mas eu sempre tive vontade de ver construída uma igreja aqui, então doei o terreno. Toda missa que tem aqui na igreja a gente vem” disse.

Atualmente, a grande família de dona Alzira tem moradia em vários lugares. Alguns ainda residem no Peixe, bem perto da matriarca. Outros moram na zona urbana da cidade, alguns em outros estados. Mas o importante é que a família Santos continua crescendo, firmando raízes e construindo uma bela história.

Parcerias

Para o ensaio deste mês de março, contamos com apoio de Ysa Cabelos e a loja Martins modas, ambos da cidade de Jaicós.

O salão Ysa Cabelos, que disponibilizou um belo penteado, oferece variados tipos de serviços, como selagem, progressiva, escova, hidratação, cauterização, unhas, design de sobrancelhas e peteados. A profissional passará a trabalhar também com maquiagem.

O salão passa a atender agora em outro local, no bairro Nossa Senhora das Mercês, que fica na saída para Picos, próximo ao Lava Jato do Rato. O horário de atendimento é de 08 às 19.

A loja Martins Modas, que forneceu o belo conjunto usado por dona Alzira, fica localizada na travessa Benedito da Cruz Alencar, no Centro da cidade. A loja dispõe de diversas opções e looks femininos, masculinos e infantis.

Na Martins modas você encontra ainda acessórios como bolsas, relógios e óculos de sol, itens de perfumaria e para o lar.

Registros

Iniciamos os registros de dona Alzira na cidade de Jaicós. Uma das netas informou que ela é muito devota da santa padroeira da cidade, então, a levamos para algumas fotos na igreja matriz de Nossa Senhora das Mercês, em Jaicós.

Durante a tarde, foi a vez de registrar Alzira com os filhos, netos e bisnetos, que conseguiram se reunir para a ocasião. A casa ficou cheia não só de pessoas, mas de muito amor, ternura e sorrisos.

Após posar com a família, dona Alzira fez seus registros individuais na casa, no “terreiro”, na igreja. O resultado, mostramos a seguir:

BASTIDORES :

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

DESTAQUES

Mesmo com chuvas, Piauí tem barragem funcionando com 3% da sua capacidade

O secretário estadual da Defesa Civil, Hélio Isaías, divulgou que, até o dia 03 de fevereiro de 2018, 87 municípios piauienses estavam em estado de emergência com problemas no abastecimento

DESTAQUES 0 Comments

CAMPO GRANDE | Dr. Tico e Quirino Bezerra protocolam pedidos de registros de candidaturas

O registro de candidatura é um dos procedimentos obrigatórios para que o candidato possa concorrer às eleições, conforme prevê a Legislação Eleitoral. No município de Campo Grande do Piauí, os

DESTAQUES

Força Tarefa da Secretaria de Segurança pública reforça combate à criminalidade em Jaicós

Desde o início da semana a Secretaria de Segurança Pública do Piauí está com ações de prevenção e combate à criminalidade em Jaicós e nos municípios próximos. Na última quinta-feira