PATOS | Veja o que foi discutido pelos vereadores na Câmara Municipal
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 11/04/17

PATOS | Veja o que foi discutido pelos vereadores na Câmara Municipal

Sem matérias para votação, a sessão da Câmara Municipal de Patos do Piauí, realizada no último sábado (8), sob a presidência do vereador Adalberto José Lopes (PSB), foi marcada pelos pronunciamentos dos vereadores.

O vereador José Hélio dos Santos, o Helinho (PDT), líder da bancada da situação, foi o primeiro a falar na tribuna. Ele relatou que acompanhou o prefeito Agenilson Dias em visita a algumas das obras em andamento no município. Segundo o vereador, está sendo iniciada a obra de terraplanagem da estrada que liga a cidade até a divisa com o município de Massapê do Piauí, passando pelo povoado Umbuzeiro, onde está sendo construída uma Unidade Básica de Saúde.

Helinho disse que visitou, também, a barragem Poço de Marruá, onde está sendo construído o balneário, e a comunidade Morro da Onça, onde outra Unidade Básica de Saúde foi construída pela atual administração. “No povoado Cajueiro,  visitamos a Escola Cícero José da Costa, que foi reformada. A obra já está concluída e estão sendo instalados os ventiladores, que tinha sido cobrado por alguns vereadores. A gente constatou que já existiam ventiladores nas salas de aula, poderia não haver a quantidade ideal por sala de aula, mas todas as salas tinham ventilador”, disse. Segundo Helinho, antes da cobrança o prefeito havia adquirido 50 ventiladores, que serão instalados no Cajueiro e em outras escolas. “A demora da instalação foi por conta do fornecedor que não tinha a demanda de 50 ventiladores de imediato”, pontou.

Em seu pronunciamento, o parlamentar abordou a recente apreensão do ônibus escolar do município de Patos, quando realizava o transporte de pacientes que fazem tratamento renal em Picos. Para Helinho, a apreensão ocorreu por denúncia. “Foi uma denúncia desprovida de qualquer sentimento. Quem fez essa denúncia não tem uma mãe doente que precisa de hemodiálise, um pai ou um irmão, um filho. Essa pessoa que fez essa denúncia torce pelo quanto pior melhor, quer apenas atingir o prefeito, mas não atingiu”. Segundo informou o vereador, o município tem um ônibus destinado ao transporte dos pacientes que fazem hemodiálise três vezes por semana, mas o mesmo estava com problema mecânico, e para não comprometer o tratamento, o município utilizou o ônibus escolar.  “Sabemos que esse ônibus não é para esse tipo de viagem, não é para transportar evangélicos, não é para jogo futebol e nem para ir para festa, como administrações anteriores faziam. Ele fez uma coisa que não foi à benesse própria, mas para beneficiar essas pessoas que precisam. Colocaram nas redes sociais que o carro Up, da Secretaria de Saúde, dava para levar essas pessoas. Isso é uma bobagem, pois são doze pessoas que fazem hemodiálise e cada pessoa leva um acompanhante. Como um carro pequeno ia conseguir levar essas pessoas?”, questionou. Helinho apoiou a decisão de o município ter utilizado o ônibus escolar. “Eu acho que o prefeito fez o correto, o que qualquer ser humano faria diante da necessidade daquelas pessoas”, finalizou.

O vereador Antônio Rufino, o Tonhão (PSB), foi o segundo a se pronunciar. Ele iniciou justificando sua ausência na sessão anterior e lamentando a situação das chuvas no município. “Infelizmente os nossos agricultores estão perdendo 70% o que plantou por falta de chuva. A gente esperava ter uma boa safra, mas infelizmente vai ter pouco feijão”, disse. O parlamentar lamentou, também, a repercussão dada à apreensão do ônibus do município que foi utilizado para o transporte dos pacientes. “Essas pessoas que fizeram críticas não devem ter nenhuma pessoa que necessita fazer hemodiálise. Essas pessoas que estão criticando deveriam, primeiro, procurar o que está acontecendo de verdade” pontuou. Ao finalizar sua fala, Tonhão disse que foi vereador de oposição por várias vezes e disse que sempre existiam coisas erradas, mas ele “fechava os olhos” por estarem beneficiando a população. “Se a gente for atrás de tudo, aí fica ruim”, disse.

Luzitânia Reis, a Taninha (SD), foi a primeira vereadora de oposição a se pronunciar. Ela iniciou parabenizando o presidente da Casa pelo discurso na última sessão. “O senhor tem bom senso em admitir que temos dois grupos e que devemos respeitar as nossas opiniões”, disse. Direcionando-se ao vereador líder da situação, a vereadora sugeriu que o mesmo fiscalize. “Esse papel também é seu, ou só sabia fazer quando estava na oposição? […]e hoje quer criticar a oposição por cobrar”, disse. Ela relatou casos em que o vereador líder da situação, Helinho, fiscalizou enquanto oposicionista.  A vereadora Taninha afirmou que só irá parabenizar o prefeito quando ele executar uma obra com recursos da Prefeitura.

Em seu pronunciamento, Taninha voltou a falar sobre os ventiladores na escola Cícero José da Costa, no povoado Cajueiro, afirmando que sua cobrança era legítima e justificável, e sobre a apreensão do ônibus. “Se alguém denunciou, isso não tem nada a ver comigo”, disse, afirmando que outras pessoas além dos pacientes também estavam no ônibus.

Em seguida, foi a vez do vereador Wilson Vieira (PTB) ocupar a tribuna. Após agradecer a Deus por mais uma sessão, o parlamentar também repercutiu a apreensão do ônibus escolar. O líder da bancada de oposição apoiou a suposta denúncia. “Se alguém denunciou, eu acho que não fez errado. Se o prefeito tá fazendo algo, aquele favor para o pessoal, que faça direito para não ter problemas para ele e para os próprios doentes. […] Se alguém denunciou ou não denunciou, o fato é que está errado”, disse.

Wilson voltou a falar sobre o transporte de alunos no município. Ele relatou que na região do povoado Umbuzeiro, dez alunos estão caminhando longas distâncias para embarcar no ônibus escolar. Um dos casos citados é de alunos residentes na casa de Zé de Emília, onde segundo ele, sete crianças caminham 4,6 km. “Eles saem de casa 4h20 da manhã, com lanternas, e chegam de volta 1h10 da tarde”, disse. O parlamentar apresentou a rota feita pelos alunos, calculada por GPS. Segundo ele, o pai recebe uma ajuda de custo do município, mas o valor seria insuficiente. Ainda segundo o vereador, no edital da licitação para o transporte escolar tinha previsto uma rota para as localidades Riacho da Donana, Tanquinho, Umbuzeiro, Tapera e Pedra D’água, até sede do município.

O vereador comentou sobre o papel do oposicionista, de reivindicar e cobrar do Executivo Municipal. Ele lembrou que em 2009, os vereadores de oposição ao governo municipal na época levaram à mídia uma matéria mostrando irregularidades no transporte escolar. “Na época, os colegas estavam na oposição e cobravam do Poder Executivo. Hoje a situação é a mesma, só que ao inverno, somos nós que estamos na oposição e estamos cobrando da situação”, disse. Ao finalizar, Wilson falou sobre as mudanças na base curricular nacional, onde as crianças que não se alfabetizadas até os 7 anos de idade, o que, segundo ele, vai exigir mais do município.

O último vereador da oposição a se pronunciar foi Marlon Costa (PRTB). Ele também agradeceu a Deus por mais um dia de trabalho e convidou a população a participar mais das sessões e acompanhar de perto a atuação dos vereadores. O parlamentar também abordou o caso do ônibus escolar do município apreendido “É uma coisa que eu sei que não é certo, mas a minha pessoa não foi quem denunciou. Nunca fiz uma denúncia, mas no dia que eu fizer não tenho porque fazer de forma anônima. Eu chego aqui falo”, disse. Sobre os ventiladores da escola do povoado Cajueiro, Marlon disse que reivindicou a instalação de mais ventiladores. “Eu não falei que as salas não tinham ventilador, eu disse que estava necessitando de mais ventiladores”, disse. Ao finalizar, ele apoiou a cobrança do vereador Wilson sobre o caos dos alunos da região do Umbuzeiro e também cobrou providências.

Encerrando os pronunciamentos, o vereador presidente da Câmara, Adalberto José Lopes destacou a importância de a população acompanhar as sessões e o trabalho dos vereadores do município. Ele dirigiu agradecimentos à secretária municipal de Saúde, Edvânia Pires, a Pretinha, por atender sua reivindicação e realizar um mutirão de combate ao mosquito transmissor da sengue no povoado Cajueiro. “Eu havia feito uma solicitação e ela prontamente atendeu, realizando o mutirão essa semana”, pontuou. O presidente agradeceu, também, a vereadora Luzitânia Reis pelos elogios a ele direcionados e enfatizou seu modo de trabalhar. “É dessa forma que eu trabalho, com seriedade, com transparência, e sendo amigo de todos, independentemente sigla partidária”, disse.

Ao finalizar, ele também comentou sobre o caso do ônibus apreendido. “Eu, sinceramente, não creio essa denúncia partiu de nenhum dos vereadores desta Casa. Também não sei quem foi”, pontuou. Sobre o uso do ônibus, Adalberto disse que todos sabiam que não era legal, mas que era a opção que a gestão tinha no momento para atender às pessoas que precisavam ir a Picos realizar o tratamento. Adalberto se solidarizou com o prefeito e com os pacientes. “Nenhum de nós não quer estar no lugar dessas pessoas que fazem tratamento de saúde. São pessoas que sofrem muito e precisam do apoio do município. Eles recebem um recurso para o transporte, mas é pouco e ainda atrasa. Por isso o prefeito está ajudando com o ônibus do município. E usar o ônibus escolar foi uma situação de emergência, de socorro”, disse.

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Wellington Dias e ministro da Cultura assinam acordo para gestão compartilhada do Parque Nacional Serra da Capivara

O governador Wellington Dias assinou nesta quarta, 25, junto com o ministro da Cultura, Roberto Freire, o acordo de cooperação de gestão compartilhada do Parque Nacional Serra da Capivara, localizado

POLÍTICA

De pai para filho: criação de novos partidos reforça poder das oligarquias no Piauí

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) registra a atuação de 32 partidos políticos no Estado. Desse total, apenas 11 possuem representação na Assembleia Legislativa. Apesar do número ser considerado

POLÍTICA

PP decide pela saída de Paulo Maluf da presidência do diretório paulista

Com apenas quatro votos contrários, a ampla maioria da executiva nacional do Partido Progressista (PP) aprovou o relatório do deputado Ricardo Barros (PP/PR), que estabelece o início do processo de intervenção no diretório do

POLÍTICA

Reviravolta! Zé Filho pode fechar apoio à candidatura de Wellington Dias

Se a aliança PMDB/PSDB/PSB e partidos aliados for desfeita, o caminho do PMDB, sob o comando do governador Zé Filho, poderá ser uma aproximação com o PT. A expectativa é

POLÍTICA

Eleitor poderá acompanhar apuração eleitoral por tablets e smartphones

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apresentou uma novidade para as eleições deste ano. Trata-se do aplicativo Apuração 2014. Com ele, o eleitor poderá acompanhar a apuração dos votos de todo

POLÍTICA

Deputados federais do Piauí receberam R$ 4,2 milhões de indenizações em 2016

Vai e volta os gastos dos parlamentares com verbas indenizatórias chocam a população. O Blog do Bira fez um levantamento no caso dos deputados federais e de acordo com o