Contas de energia ficarão mais caras em novembro
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 31/10/16
Comments 0

Contas de energia ficarão mais caras em novembro

Os consumidores brasileiros voltarão a pagar taxa extra nas contas de energia a partir deste mês de novembro. A Aneel anunciou que a bandeira sairá da verde para a amarela, o que implica na cobrança de R$ 1,50 para 100 kWh de energia consumidos. A cobrança de taxas havia sido suspensa em abril deste ano e permaneceu assim por sete meses. Agora, com a condição hidrológica menos favorável no país, a volta da tarifa é necessária.

Desde abril, o nível de armazenamento dos reservatórios de hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste, responsáveis por cerca de 70% da capacidade de geração do país, caiu de 57,5% para 35,05%. No Nordeste, segunda maior região produtora, passou de 33,12% para 11,39%. A região enfrenta a pior seca das últimas décadas.

Como o armazenamento de água está abaixo do normal, o acionamento das térmicas serve também para poupar água das hidrelétricas até que chuvas mais intensas no Sudeste e Centro-Oeste, que normalmente ocorrem a partir de novembro, voltem a encher os reservatórios. Portanto, se houver melhora na situação dessas represas nas próximas semanas, reduz-se a necessidade do uso das térmicas e a bandeira pode, em breve, voltar à cor verde.

Cidade Verde

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

DESTAQUES 0 Comments

Vereador anuncia que não vai disputar a reeleição em Massapê

O vereador Aldeni Gilson de Carvalho, o Nanan (PT), como é popularmente conhecido, anunciou na tribuna da Câmara Municipal de Massapê do Piauí, em sessão realizada no último sábado (14),

DESTAQUES

Adolescente que cortou pescoço de colega no Piauí é condenado à pena máxima

O adolescente de 16 anos, apreendido após amordaçar e cortar a garganta de Ítalo Rodrigo Nascimento, 16, foi condenado à pena máxima. O caso aconteceu em julho e a decisão

DESTAQUES

Caminhonete de três irmãos comerciantes pega fogo na PI-229

Uma caminhonete S10 pertencente a três irmãos comerciantes identificados como Antônio Benjamim de Sousa, Rogério Benjamim de Sousa e Januário Benjamim de Sousa, pegou fogo na PI-229 que liga a