Publicado por: Jaqueline Figueredo | Data: 09/07/19
0

Policiais militares e civis participam de treinamento de retenção e contra-retenção em Picos

Acontece durante todo o dia desta terça-feira (09), no Centro de Treinamento de Picos – CTT, na comunidade Tapera, próximo ao Belo Norte, um treinamento de retenção e contra-retenção para os policiais militares e civis do município com um dos mais renomados instrutores do mundo, Luiz Charneski.

O instrutor ministrou aos policiais uma aula regida não apenas pela teoria, mas também pela prática. À equipe do Cidadesnanet ele explicou seu objetivo com o curso que ele vem ministrando pelo país.

“O meu objetivo com esse tipo de treinamento é fazer com que ele não morra com seu próprio equipamento [arma]. Os índices estão crescendo a cada dia mais por perfuração de arma de fogo entre os policiais. Principalmente no Norte e Nordeste do país, isso vem crescendo abruptamente. Então estamos aqui, juntamente com o Capitão Mário e esses bravos soldados da PM e policiais civis que estão aqui presentes também”, explicou Luiz Charneski.

Luiz Charneski é um civil especialista em defesa e sobrevivência pessoal. Além de preparar policiais por todo o Brasil, ele já instrui agentes de segurança pública e privadas em países como Espanha e Estados Unidos. Ele demonstra aos participantes de que formas podem ser atingidos pelos próprios erros e até ser mortos por eles [erros]. Ele ressalta a importância dos profissionais se manterem sempre atualizados. (Veja vídeo abaixo)

“É importante que os policiais continuem esse treinamento. As escolas policiais oferecem no curso de formação, mas, muitas vezes por falta de recursos, os policiais não continuam com esse treinamento. Existem, também, as muitas obrigações profissionais, familiares e particulares que fazem com que eles se esqueçam de continuar esse treinamento”, afirmou.

O coordenador da Força Tática em Picos e capitão da PM, Mário Oliveira, demonstrou a preocupação que o comando da organização policial teve em fazer com que todos os seus agentes participassem do treinamento.

“É de suma importância, pois vai somar, e muito, com o conhecimento dos policiais. Esse treinamento é uma preocupação do comandante do 4º BPM, Edwaldo Viana, que formou a turma de policiais e determinou que todos nós participássemos desse treinamento, que visa que a gente possa agir de maneira eficaz na hora que um agressor possa querer tomar nossa arma. Esse curso auxilia o policial a ter técnicas de permanecer vivo, que é o ponto auge do treinamento”, pontuou.

Capitão Mário

O soldado Coutinho, membro da Força Tática de Picos Motopatrulhamento, afirmou ser esse um treinamento de suma importância para a vida do policial em campo e fora dele.

“Esse é um treinamento muito importante para nós, policiais militares, pois está nos trazendo muito aprendizado em como portar uma arma de fogo em determinadas situações. É um treinamento novo, pois nos mostra um diferencial na parte de defendermos nosso armamento, tanto em campo quanto em dias de folga. Muitas pessoas sabem que somos policiais e podem querer tomar nosso armamento. Além disso, o treinamento vai nos tornar multiplicadores, para repassarmos esse ensinamento”, declarou.

Soldado Coutinho

Luiz Charneski segue ainda hoje para Teresina, onde ministrará curso para policiais do BOPE amanhã (10) e, depois para Recife.

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

DESTAQUES

Alegando falta de recursos, prefeitos não garantem reajuste salarial do magistério no PI

O governo federal estabeleceu para 2018 um acréscimo de 6,81% ao salário dos servidores da Educadação da rede básica de ensino de todo o Brasil. O aumento foi garantido através da

NOTÍCIA DESTAQUE

Homem é preso suspeito de se passar por terapeuta e abusar de pacientes no Piauí

Um homem foi preso na tarde de quarta-feira (17) suspeito de abusar sexualmente de pelo menos duas mulheres durante sessões de um suposto tratamento psicoterapêutico na cidade de Uruçuí, a

DESTAQUES

Confirmado segundo foco de peste suína no Piauí; 15 animais sacrificados

Confirmado o segundo foco de Peste Suína Clássica (PSC) no Piauí. O caso foi registrado em uma propriedade na cidade de  Lagoa do Piauí, a 38 km de Teresina, vizinha