Prefeito de Campo Grande diz que está trabalhando para o povo e rejeita comparações
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 07/11/17

Prefeito de Campo Grande diz que está trabalhando para o povo e rejeita comparações

“Estou trabalhando para desenvolver o meu município, para melhorar a vida da população”. A afirmação foi feita pelo prefeito do município de Campo Grande do Piauí, João Batista de Oliveira, o Baiá – PMDB, em entrevista ao portal Cidades na Net.

O gestor fez um balanço dos seus 10 meses de gestão e rejeitou comparações. “Nós estamos com apenas dez meses de gestão. Ainda não dá para comparar com a minhas gestões anteriores e nem com a gestão do meu antecessor. Cada gestão é diferente, os tempos são diferentes. A situação econômica e política do Brasil hoje é totalmente diferente de quando fui prefeito em minha primeira gestão. São realidades completamente diferentes”, pontuou.

Baiá disse que desde que assumiu a gestão, tem trabalhado para organizar o município e “plantar sementes”, como denomina sua busca incessante por projetos e investimentos para o município. “Todo começo é difícil. Primeiro o gestor tem que organizar a casa, e foi isso que fizemos, com recursos próprios”, disse, citando, dentre outros, melhorias feitas na iluminação pública da cidade, além de diversas ações que vão ao encontro dos anseios da população. “A gente fala muito em obra, mas as ações do dia a dia são muito importantes para o bem estar da população. E isso nós temos feito. Nossa equipe não para de trabalhar”, disse.

O gestor destacou, ainda, o pagamento dia dos salários dos servidores públicos efetivos. Segundo Baiá, embora seja uma obrigação do município, manter em dia a folha de pagamento dos servidores tem sido um desafio para os prefeitos dos municípios brasileiros, principalmente os de pequeno porte, como Campo Grande. “Estamos vivendo a maior crise política e econômica do Brasil nos últimos tempos, e isso tem afetado diretamente os municípios, mas a gente tem se organizado e cumprido com as obrigações, como o repasse da Câmara Municipal e o pagamento de todos os servidores efetivos”, pontuou.

Insistindo em falar sobre projetos para obras, o prefeito Baiá afirmou que já tem muitos recursos garantidos para 2018. “Estamos na parte burocrática, fazendo os projetos e buscando os recursos. É algo que chega até a frustrar gente, mas o processo é esse e nós vamos seguir”. De acordo com Baiá, já foi licitado de 1 milhão de reais para calçamento, através do Idepi, com recursos de emenda do deputado Pablo Santos. Estão sendo elaborados projetos de pavimentação no valor de 750 mil reais. “Tem, também, 300 mil do deputado Rodrigo Martins para calçamento e mais 100 mil para a aquisição de um carro. Esses recursos são conquistas dos nossos aliados, a família Ramos”, acrescentou.

Apesar da crise, Baiá disse ter boas expectativas. “Diferente de quando fui prefeito pela primeira vez, hoje eu tenho mais experiência, mais conhecimento, tenho parceiros que vão me ajudar a trabalhar por Campo Grande. […] Tudo vai acontecer ao seu tempo. Esse primeiro ano e nós estamos plantando as sementes, e no próximo ano nós vamos colher”, disse.

Ao final da entrevista, o prefeito Baiá voltou a falar em comparações e salientou que as mesmas somente deverão acontecer ao final dos quatro anos de sua gestão. “Em 2020 vocês vão ver Campo Grande totalmente diferente. Eu fiz muito e vou fazer ainda mais. Estou aqui para fazer o meu trabalho, ver a minha cidade melhorar, e chegar ao final da minha gestão e poder olhar para trás e ver que os projetos que eu sonhei para minha cidade foram realizados”, finalizou, afirmando que a mentalidade não é de político, é de gestor”.

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

DESTAQUES

Ônibus com 36 passageiros tomba e mata avó e neta de 6 meses no Piauí

Uma avó e sua neta, de apenas seis meses, morreram em um grave acidente de ônibus na BR-135, no KM 450, por volta das 8h deste domingo (7). Segundo a

DESTAQUES

Obra da adutora de Bocaina está paralisada há dois anos

A obra da adutora da barragem de Bocaina está paralisada há mais de dois anos. O gerente da Agespisa de Picos, Sérgio Alves Feitosa, informou que esse empreendimento pertence a

DESTAQUES

93 concursos reúnem 36 mil vagas com salários de até R$ 24 mil

Pelo menos 93 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (15) e reúnem 36.279 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a