Prefeitura de Alegrete do PI lança ‘Programa de Coleta Seletiva, Sustentabilidade e Imposto Ecológico’; veja fotos  
Publicado por: José Antônio Ferreira Costa | Data: 20/07/17

Prefeitura de Alegrete do PI lança ‘Programa de Coleta Seletiva, Sustentabilidade e Imposto Ecológico’; veja fotos  

Atualmente a população do município de Alegrete do Piauí, localizado no sudeste do Estado, semelhante ao que acontece na maioria dos municípios brasileiros produz diariamente uma quantidade imensa de lixo sem qualquer cuidado ou destinação dos resíduos.

Na cidade alegria, os moradores armazenam seus lixos em tambores espalhados pela cidade que são recolhidos pelo o caminhão e lançado diretamente no lixão a céu aberto, sem qualquer tipo de separação ou tratamento.

Plano de gerenciamento integrado

Para fortalecer a política ambiental, e resolver esta problemática o município criou, encaminhou para a Câmara de Vereadores e a mesma aprovou um grande projeto de impacto ambiental, intitulado de ‘Programa de Coleta Seletiva, Sustentabilidade e Imposto Ecológico-Alegrete Verde’.

O programa pretende a caminhar em busca de avanços importantes no combate a problemas decorrentes do tratamento e destinação inadequados dos resíduos sólidos e ainda oferecer benefícios à população. Visando diminuir a geração de resíduos sólidos, por meio de práticas sustentáveis, e o reaproveitamento de materiais que têm valor econômico, como a reciclagem e a destinação adequada.

Na noite desta quarta-feira, 19, no plenário Justino José de Oliveira na Câmara de Vereadores de Alegrete, foram dado os primeiros passos na execução do Plano Municipal que vai contemplar diversas ações, incluindo a intensificação da educação ambiental como forma de aperfeiçoamento da coleta seletiva.

Duas importantes reuniões mobilizou os gestores e comerciantes a multiplicar as ideias. O primeiro momento foi destinado aos secretários da gestão, chefes de setores, servidores das diversas áreas, educadores e demais funcionários públicos, com o objetivo de trazer toda a administração a participar efetivamente do projeto bem como incentivar a multiplicação das informações; na sequência, a palestra foi destinada aos comerciantes locais, trabalhadores que diariamente servem a grande número de pessoas e que produzem uma quantidade alta de lixo por conta de seus estabelecimentos.

O programa é idealizado pelo prefeito do município de Alegrete do Piauí, Márcio William Maia Alencar – o Marcinho-PT- e a primeira dama Andréa Sousa. É coordenado pelo renomado professor, radialista e ambientalista Edson Ribeiro, que tem vasta experiência com a implantação do programa de coleta seletiva em outros municípios. Em curto, médio e longo prazo o município prevê a eliminação do famoso lixão e a criação de uma espécie de aterro sanitário, quando vai buscar recursos do Governo Federal.

“Alegrete tem condições de dar sua parcela de contribuição com as gerações futuras. E mais que isso: nossa cidade pode se tornar referência e estimular essa prática em outros municípios, pois conta com servidores dedicados e conscientes de sua missão. E por acreditarmos no compromisso da população alegretense é que estamos fazendo o convite a todos eles para abraçarem essa causa, para fazermos dos prédios públicos e multiplicar isso até as residências o exemplo a ser seguido”, ressaltou a primeira dama Andréa Sousa.

A coleta e destinação de resíduos sólidos fazem parte das ações da gestão integrada de saneamento básico do prefeito Márcio Alencar, que concluiu, ainda na primeira gestão, o Plano Municipal de Saneamento Básico, elaborado minuciosamente junto à Funasa, que também engloba drenagem de águas pluviais, abastecimento de água e esgotamento sanitário.

“Sabemos que o trabalho será árduo, pois crescemos em costumes completamente diferentes daqueles que se fazem necessários hoje. Mas com coragem e muitas expectativas boas, início mais este projeto, pois sei que apesar das ações serem até impopulares, elas são muito necessárias à população. Meu objetivo como gestor é enfrentar os problemas e trabalhar em benefício do povo. Tenho certeza que aos poucos todos entrarão nessa luta e logo mais veremos um Alegrete ainda mais bonito, agradável, educado e saudável”, destaca o prefeito Márcio, à assessoria de comunicação.

Coleta seletiva

A proposta é implantar a coleta seletiva aos poucos. Inicialmente a ideia é fazer a separação entre resíduos secos (alumínio, papel, plástico, vidro) e úmidos (lixo orgânico). A prática está prevista para iniciar no dia 01 de setembro, quando será feita uma operação de recolhimento dos tambores, limpeza de terrenos baldios, fiscalização e a criação de uma associação de catadores.

“Se nós separarmos o seco do úmido, essa parte seca já vai ser um salto significativo para que possamos implantar, a partir daí, realmente uma coleta seletiva mais detalhada”, explica Edson Ribeiro.

O lixo orgânico, resíduo de origem vegetal ou animal, precisa ser tratado com muito cuidado, já que além de consequências indesejadas, como o mau cheiro e proliferação de bactérias e fungos, também pode provocar a contaminação do solo e lençóis freáticos.

Com a coleta seletiva, a população deve separar os restos de alimentos, cascas de ovos, ossos, sementes, e colocá-los em recipientes diferentes no local reservado para a coleta. Com isso, o caminhão coletor vai dar a procedência adequada, lançando no lixão apenas esse material que, por enquanto, não será reaproveitado pelo município.

Futuramente, com o fortalecimento da política pública municipal, o lixo orgânico poderá ser usado na produção de adubos, pelo processo de compostagem, e quem sabe até para geração de energia (biogás), vamos sonhar.

Imposto Ecológico

O Imposto Ecológico tem como objetivo fomentar medidas que preservem, protejam e recuperem o meio ambiente, ofertando em contrapartida benefício tributário ao contribuinte.

Consiste ainda na redução do IPTU, às pessoas físicas e jurídicas proprietárias de imóveis residenciais e comerciais que adotem medidas que estimulem a proteção, preservação e recuperação do meio ambiente, bem como a defesa e prevenção epidemiológica, poderão ter descontos de até 40% no IPTU para quem cumprir de maneira satisfatória os seguintes itens:

1 – 15% de desconto para quem separar corretamente o lixo; 2 – 15% de desconto para quem tiver a residência sem registro de foco do mosquito Aedes aegypti; 3 – 10% de desconto para quem utilizar um sistema de reaproveitamento da água da chuva.

Reciclagem

O reaproveitamento de materiais é uma prática antiga em países de primeiro mundo, que a cada ano intensificam pesquisas e buscam novas soluções para a problemática do lixo. Com a reciclagem, além de evitar que os resíduos sólidos sejam descartados de qualquer maneira, sem tratamento e com riscos de contaminação, é possível gerar renda.

No entanto, no Brasil, as coisas ainda caminham com lentidão. Em Alegrete não há uma empresa de reciclagem e neste primeiro momento o município fará o envio dos resíduos reciclados para outras cidades como Picos, Juazeiro e outros.

Mais reuniões

O Programa segue nesta quinta-feira, 20, com a reunião dos moradores da avenida Tertuliano Sanches Leal, que fica às margens da BR 316.

Na sexta-feira, 21, é a vez dos moradores do bairro centro. Toda população será convidada pessoalmente em suas residências e informada da data, local e hora do encontro de seu setor.

Presenças no lançamento

Estiveram presentes no lançamento do projeto, a primeira dama Andréa Sousa, entusiasta e determinada com a execução do projeto,  a vice-prefeita Hermilinda Gomes; o secretário de Finanças, Gean Oliveira; o secretário de Meio Ambiente, Joaquim Leal; o secretário de Cultura, Iago Sousa; o secretário de Agricultura, Manoel Filho; a secretária de educação, Valdenia Silva; o secretário de Obras, ‘Boxote’; representando a secretaria de assistência social Adricia Sousa, a assistente social-Elaine Ribeiro; o assessor jurídico da prefeitura, Dr. José Keney e demais servidores da Administração ‘Alegrete Continua Para Todos’.

Veja mais fotos do lançamento:

 

   

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

DESTAQUES

Soldado suspeito de matar PM-PI já respondia a processos disciplinares

O soldado da PM-MA, Francisco Ribeiro dos Santos Filho, suspeito de matar a tiros um cabo da Polícia Militar do Piauí, já respondia a processos disciplinares. O militar era lotado 11º

DESTAQUES

Professores da UESPI pedem reajuste e paralisam por 24 horas nesta segunda

Os professores da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) vão paralisar as atividades nesta segunda-feira (23/04). A categoria reivindica um reajuste de 33,45%, referente às perdas salariais dos últimos 5 anos

DESTAQUES 0 Comments

Bandidos explodem caixa eletrônico na Prefeitura de Picos

O caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil instalado no térreo da Prefeitura de Picos foi explodido na madrugada desta quinta-feira (15), por volta das 3h30. Na agência do