SIMÕES | Acusado de duplo homicídio é condenado a prestar serviços à comunidade
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 05/10/17

SIMÕES | Acusado de duplo homicídio é condenado a prestar serviços à comunidade

Denunciado pelo Ministério Público pelo crime de homicídio duplamente qualificado, o réu Luiz José da Silva Júnior foi julgado pelo Tribunal Popular do Júri no último dia 29 de setembro, na cidade de Simões. A sessão de julgamento foi presidida pelo juiz Clayton Rodrigues de Moura Silva, titular da Comarca, e a sentença condenatória, publicada na última segunda-feira (2).

O crime ocorreu no dia 1º de janeiro de 2016, por volta das 7 horas, após a realização da festa da virada. As vítimas Simão Antônio de Carvalho Lima e John Maikon de Brito Pereira estavam em frente à Igreja Matriz da cidade de Simões, quando o acusado saltou da garupa de uma moto portando um revólver calibre 38 e efetuou disparos contra as vítimas, que morreram no local. Luís Júnior ainda fugiu, mas foi capturado no mesmo dia, no município de Araripina, no Pernambuco.

O crime e todas as suas consequências tiveram grande repercussão na cidade, inclusive, o julgamento, que foi acompanhado por muitas pessoas.

Em plenário, a acusação, feita pelo Ministério Público, sustentou a tese do do homicídio duplamente qualificado e pediu a condenação do réu Luiz José da Silva Júnior.

A defesa, feita pelo advogado jaicoense Douglas Max Dias Barros, sustentou a tese de legítima defesa putativa, excesso culposo, reconhecimento de homicídio privilegiado e exclusão das qualificadoras em relação a vítima Simão Antônio. Já em relação à vítima John Maikon, sustentou as teses de homicídio culposo e legítima defesa.

O Conselho de Sentença, por maioria de votos, acolheu as teses da defesa de excesso culposo, em relação a vítima Simão Antônio, e homicídio culposo, em relação a vítima John Maikon, atraindo a competência do julgamento para o juiz presidente da sessão.

O julgamento se estendeu por todo o dia e adentrou na noite. Passava das 20 horas quando o juiz Clayton Rodrigues leu a sentença. O réu Luís Júnior foi condenado a dois anos de detenção pelos crimes praticados contra as vítimas Simão Antônio e John Maikon. A pena de prisão foi substituída por restritiva de direito, consistente em prestação de serviço à comunidade e interdição temporária de direito, esta, em limitação de final de semana.

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

DESTAQUES 0 Comments

Secretário estadual de Saúde visita Simões para implantação do CAPS

Na manhã desta quinta-feira (17), o prefeito de Simões, ‘Zé Ulisses’, acompanhado do secretário estadual de Saúde, Francisco de Assis Costa, além de diversas autoridades locais e regionais, estiveram na

DESTAQUES 0 Comments

Multidão se despede do jovem João Paulo no interior de Jaicós; fotos

Em meio a muita comoção e tristeza, centenas de pessoas deram um último adeus ao estudante João Paulo Paiva, de 16 anos. O corpo do jovem foi velado durante o

MUNICÍPIOS

Defesa Civil afirma que nível da Barragem do Bezerro desce 40 cm em 24 horas

Defesa Civil do Piaui informou no começo da noite desta terça-feira (10) que a barragem do Bezerro, em José de Freitas, Norte do Piauí teve uma redução de 40 centímetros. A