Acidente deixa três feridos e vítima fica presa às ferragens no Piauí
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 01/06/18

Acidente deixa três feridos e vítima fica presa às ferragens no Piauí

Três pessoas ficaram feridas em um acidente no cruzamento das avenidas Pedro Freitas com Gil Martins, no acesso à Ponte Anselmo Dias, Zona Sul de Teresina, na noite dessa quinta-feira (31). De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma das vítimas ficou presa às ferragens de um dos dois veículos envolvidos na colisão.

O acidente aconteceu por volta das 21h dessa quinta-feira (31), o cruzamento foi interditado enquanto as equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) trabalhavam.

Uma das vítimas ficou presa às ferragens e foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros. (Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros)

Uma das vítimas ficou presa às ferragens e foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros. (Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros)

Segundo o Corpo de Bombeiros, as vítimas, dois homens e uma mulher, estavam conscientes e com ferimentos leves. Após o atendimento no local, elas foram levadas para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

A causa da colisão ainda é desconhecida e só o laudo do acidente poderá determiná-la. A Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (Ciptran) realizou a perícia no local.

Fonte: G1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Dilma tem 36%, Marina, 21%, e Aécio, 20%, diz pesquisa Datafolha

Pesquisa feita pelo Datafolha para o jornal “Folha de S.Paulo” divulgada na edição desta segunda-feira (18) mostra Dilma Rousseff (PT) com 36% das intenções de voto para presidente, seguida de

ENTRETENIMENTO

Elana vai participar de apresentação da ‘Paixão de Cristo’ em município do Piauí

A piauiense Elana Valenária, participante do BBB19, irá participar da 15ª edição do Teatro da Paixão de Cristo no salão da Serra de Bom Jesus, interpretando o papel de Salomé.

NOTÍCIA DESTAQUE

Governo busca solução para pagar aposentadorias sem atraso

Sob o risco de atrasar o pagamento de aposentadorias e benefícios sociais, a equipe econômica busca uma solução para o impasse em torno do crédito suplementar que destrava essas despesas