Greve dos Correios continua; veja como receber encomendas
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 27/09/17

Greve dos Correios continua; veja como receber encomendas

A greve dos funcionários dos Correios e Telégrafos, iniciada no dia 20 desse mês continua e não tem previsão para término. Ontem (26), sindicais de grandes centros, como a região de São Paulo e Rio de Janeiro também aderiram à greve e fortaleceram o movimento.

Hoje (27), os grevistas do Piauí se reuniram na rua 7 de Setembro, na Central dos Correios. Durante algumas horas, eles fecharam a rua, impedindo que carros e ônibus circulassem pelo local, com o objetivo de chamar a atenção da população para os malefícios que a privatização da empresa vai trazer para os serviços dos Correios.

Por conta da paralisação, muitas entregas estão atrasadas. As postagens simples e o serviço de atendimento ao público, como o banco postal, não estão funcionando normalmente. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Piauí (SINTECT/PI), Edilson Rodrigues, quase toda a categoria já aderiu ao movimento. “Apenas cerca de 10% continuam trabalhando”, estima.

Segundo ele, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) estaria retirando cláusulas de Saúde do Trabalhador e sugerido alterações que ferem os direitos dos funcionários. “Estamos atendendo ao pedido do comando nacional de negociação de paralisar os serviços e protestar contra as mudanças que estão fazendo para privatizar a empresa. O governo está querendo mostrar para a população que é preciso fazer isso, mas não é. Estão é querendo acabar com nossa empresa. E nossos direitos também estão sendo feridos. Colocaram uma série de empecilhos para dificultar nosso acesso à saúde”, explica o presidente.

A categoria também está protestando contra o fechamento dos bancos postais nos municípios, que deve acontecer no dia 11 de outubro. O carteiro Cleiton Rodrigues critica a medida e diz que o fechamento vai dificultar o acesso da população às encomendas, em especial dos municípios menores. “Os bancos postais vão ser fechados e a população vai ter que se deslocar para mais distante para ter acesso. Por isso, é preciso paralisar agora para não perder mais na frente, para que tanto os funcionários como a população não percam. Se privatizar, as empresas que vão gerir o correio vão querer os grandes centros, e os pequenos serão marginalizados”, afirma o funcionário.

O presidente da categoria informa que, até o momento, não há reunião prevista para acordo e que a greve só será finalizada quando a Central Nacional de Negociações orientar.

O protesto de hoje fez cerca de cinco ônibus coletivos ficarem parados, sem poder seguir seu percurso pela rua 7 de Setembro. O motorista de um deles afirmou não ser contra o protesto, porém acredita que a manifestação poderia ser feita sem interferir no trabalho de outras pessoas. “Se a Strans se organizasse e nos desse um caminho alternativo para o nosso percurso, esse problema não haveria. Bastava que eles falassem com antecedência, porque ficamos parados aqui e os passageiros ficam chateados é conosco”, explica ele.

Como ter acesso a encomendas

Segundo Edilson Rodrigues, só está havendo entrega diretamente no Centro de Entrega de Encomendas (CEE), na avenida Walter Alencar. “Quem não pegar lá, não recebe a encomenda enquanto o movimento de greve estiver atuando”, afirma ele.

Outro lado

Em nota, a assessoria dos Correios informou que o Tribunal Superior do Trabalho concedeu liminar determinando que as federações representantes dos trabalhadores dos Correios garantam o efetivo mínimo de 80% dos empregados em cada unidade, sob pena de multa diária de R$ 100 mil no caso de descumprimento. A empresa afirma que, no Piauí, 83% do efetivo está presente e trabalhando – o que corresponde a 1.270 empregados.

A rede de atendimento está aberta com os serviços de SEDEX o PAC disponíveis, mas as Correios informaram que os serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária) estão com postagens suspensas para os seguintes destinos: Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e para algumas cidades do interior de São Paulo e de Pernambuco. “O volume dos serviços com hora marcada postado para esses destinos representa apenas 0,5% de todas as encomendas entregues pelos Correios e a suspensão foi realizada com o intuito de redirecionar os recursos para os demais serviços, que são os mais utilizados pelos clientes”, diz a nota.

Fonte: Portal O Dia

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

Prefeitura no Piauí lança Concurso Público com salário de R$ 8.000,00

A Prefeitura de Monsenhor Gil, Piauí, informa a abertura das inscrições de um novo Concurso Público. Existem oportunidades para os cargos de Médico (2), Dentista (3), Enfermeiro (1), Assistente Social

NOTÍCIA DESTAQUE

Mulher fica desfigurada após ser agredida pelo ex-namorado no Piauí

A Polícia Militar prendeu em flagrante um suspeito de agressão identificado como Valdir Araújo Pereira, na tarde de segunda-feira (15), na comunidade Patos, na zona rural do município de Canavieira,

NOTÍCIA DESTAQUE

Ondas de 3 metros deixam rastro de destruição no litoral do Piauí

Donos de bares e restaurantes da Praia do Coqueiro, em Luís Correia, foram surpreendidos com o avanço da maré. As ondas chegaram a 3 metros de altura e deixaram um