Jovem foge de assalto no PI e vídeo viraliza: ‘se vier desarmado eu corro mesmo’
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 16/11/17

Jovem foge de assalto no PI e vídeo viraliza: ‘se vier desarmado eu corro mesmo’

O jovem Yure Portela, de 22 anos, ganhou repercussão nas redes sociais depois de uma situação que poderia não ter terminado bem. Ele fugiu correndo de um assalto na segunda-feira (13) e a cena foi registrada por câmeras de segurança. Nas redes sociais, o vídeo (Assista mais abaixo) já teve mais de 200 compartilhamentos.

Yure estava indo para um mercado próximo de casa no bairro Água Mineral, Zona Norte de Teresina, quando foi abordado por dois homens em uma moto. Ele conta que não sentiu medo e que fingiu que ia entregar o celular, mas correu quando percebeu que o assaltante não estava armado.

Yure correu e contou que não sentiu medo (Foto: Reprodução/Facebook)

Yure correu e contou que não sentiu medo (Foto: Reprodução/Facebook)

“Eles passaram na rua de cima e quando me viram, fizeram a volta e já veio o garupa com a mão dentro das calças querendo me intimidar e quando eu vi que era ‘só migué’ eu corri”, contou o rapaz ao G1.

Ele disse ainda que não foi a primeira vez que reagiu a um assalto e que já fugiu outras vezes, mas dessa vez ele teve um motivo a mais: ele estava com o celular que havia acabado de comprar. Nas redes sociais, ele compartilhou o vídeo que teve mais de 27 mil vizualizações, 200 compartilhamentos e 370 comentários. Ele chegou a usar a tag #nãorepitaisso, mas ao G1 ele disse que se puder, vai evitar ser mais uma vítima.

Na publicação, ele ainda alertou

Na publicação, ele ainda alertou “não repita isso” (Foto: Reprodução/Facebook)

“Eu não senti medo não e eu faria de novo sim. Se vier desarmado eu corro mesmo”, declarou. O rapaz disse que não registrou boletim de ocorrência porque, segundo ele, “não adianta nada”.

Polícia militar orienta

O tenente Miranda, do 9º Batalhão da Polícia Militar que atende a área, orientou que as vítimas nunca reajam.

“Uma ação dessas pega a pessoa de surpresa. Hoje vivemos uma onda de violência em que as pessoas estão desenvolvendo essas técnicas por contra própria, mas tem que manter a calma. Qualquer reação o agressor pode entender que a vítima está armada e nesse momento ele pode efetuar um disparo. Tem que transparecer que vai atender os comandos, infelizmente tem que ser assim. Em seguida tentar gravar algumas características para informar è polícia. É melhor perder um bem material do que perder a vida”, explicou.

Fonte: G1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

Homem morre após perder controle de moto e bater em poste na BR-402

Um motociclista identificado como Elias Machado do Nascimento, 34 anos, morreu ao bater em um poste no quilômetro 46 da BR 402, na tarde deste domingo (14/05), no povoado Olha

NOTÍCIA DESTAQUE

MASSAPÊ | Festival Desportivo de Férias é aberto com 23 jogos de futebol de areia no Rio Boa Esperança

A comunidade Angical, situada na zona rural de Massapê do Piauí, distante cerca de 5 km da cidade, é palco, por mais um ano, de um dos maiores eventos do