Piauí tem 45% da população em situação de pobreza, revela IBGE
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 06/12/18

Piauí tem 45% da população em situação de pobreza, revela IBGE

O número de pessoas vivendo em situação de pobreza no Piauí cresceu entre os anos de 2016 e 2017. De acordo com a Síntese de Indicadores Sociais, divulgada nesta quarta-feira (5) pelo IBGE, há 2 anos o Estado tinha 45,1% de sua população vivendo nessa situação. Em 2017, o indíce subiu para 45,3%, o que equivale a 8.234 pessoas a mais.

Em termos absolutos, em 2016 o Piauí tinha 1.448.161 de piauienses em situação de pobreza, já em 2017 eram 1.456.395. O IBGE estimou a população geral do estado em 3.211 milhões no ano passado.

Usando os dados de 2017 e comparando todos os estados, a maior proporção de pobres estava no Maranhão, com mais da metade da população, 54,1%, e em Alagoas, 48,9%, seguido de Acre (47,7%), Amazonas (47,9%), Amapá (45,9%) e Piauí com 45,3%.

O estudo utilizou critérios do Banco Mundial, que considera pobres aqueles com rendimentos diários abaixo de US$ 5,5 ou R$ 406 mensais pela paridade de poder de compra.

País

O país tinha 54,8 milhões de pessoas que viviam com menos de R$ 406 por mês em 2017, dois milhões a mais que em 2016. Isso significa que a proporção da população em situação de pobreza subiu de 25,7% para 26,5%, de acordo com a Síntese de Indicadores Sociais. O Nordeste concentrou o maior percentual daqueles em situação de pobreza, 44,8%, o equivalente a 25,5 milhões de pessoas.

Para erradicar a pobreza, o estudo apontou que seria necessário investir R$ 10,2 bilhões por mês na economia, ou garantir R$ 187 por mês a mais, em média, na renda de cada pessoa nessa situação. A análise demonstra que não só a incidência da pobreza aumentou, mas também a intensidade, já que em 2016 esse valor era de R$ 183 a mais.

Arte: Marcelo Barroso

O analista da Síntese de Indicadores Sociais do IBGE, Leonardo Athias, indica que, além de políticas públicas do governo, a melhora nas condições do mercado de trabalho é um dos caminhos que podem contribuir para a redução da pobreza: “ter oportunidades, reduzir a desocupação e aumentar a formalização têm obviamente uma série de efeitos que permitem as pessoas saírem dessa situação”.

 

Fonte: Cidade Verde

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍCIA

Criminosos fazem frentistas reféns e roubam R$ 50 mil de posto de combustíveis no PI

Um grupo criminoso fez frentistas e o segurança de um posto de combustíveis no bairro Cristo Rei, Zona Sul de Teresina, reféns durante um assalto. De acordo com o dono do

NOTÍCIA DESTAQUE

Congresso Nacional aprova projeto de lei de Auxílio Financeiro aos Municípios

Na última semana, o Congresso Nacional aprovou projeto de lei que abre credito suplementar de R$ 2 bilhões a título de Auxílio Financeiro aos Municípios. O recurso foi prometido pelo

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

Coligações solicitam registros de 32 candidaturas em Alegrete do Piauí

As duas Coligações partidárias formadas para disputarem as eleições municipais em Alegrete do Piauí já apresentaram no Cartório Eleitoral da 40ª Zona Eleitoral, em Fronteiras, os pedidos de registros de