Carioca: Flamengo bate Vasco em jogo com dilúvio e 4 expulsões
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 23/03/15

Carioca: Flamengo bate Vasco em jogo com dilúvio e 4 expulsões

No Dia Internacional da Água, comemorado neste 22 de março, Flamengo e Vasco sentiram na pele o poder da natureza. Com um dilúvio no Maracanã, que forçou até mesmo uma paralisão de 50 minutos no meio do primeiro tempo, a equipe rubro-negra foi melhor e, com dois gols de Alecsandro, superou seu maior rival por 2 a 1, aumentando a invencibilidade contra os cruzmaltinos, que não conseguem um triunfo no “clássico dos milhões” desde 2012. No final, o duelo esquentou e quatro jogadores ainda acabaram expulsos no mesmo lance.

Com a vitória, o Flamengo se mantém na terceira posição, com 26 pontos, dois atrás do novo líder Botafogo, que venceu a Cabofriense neste domingo. Já o Vasco, além de perder a liderança, cai para o quarto lugar, com os mesmo 26 pontos, mas perdendo nos critérios de desempate.

Flamengo e Vasco fizeram um primeiro tempo eletrizante no Maracanã. Com um show das torcidas nas arquibancadas – mais de 56 mil pessoas estavam presentes no estádio, recorde de público desta temporada no Brasil – a partida começou com a cara do “clássico dos milhões”: com cada lance sendo disputado com intensidade máxima, jogadores se estranhando e dificuldade para arbitragem. Para se ter noção, três jogadores receberam cartão amarelo antes mesmo dos 15 minutos iniciais.

A chuva que já era forte começou a complicar o gramado do estádio e mudou a história da partida. Martín Silva foi tentar sair jogando com as mãos, a bola parou em uma poça d’água e sobrou para Alecsandro abrir o placar. Cinco minutos depois a drenagem já não aguentava mais e o árbitro foi obrigado a paralisar o jogo. Depois de 50 minutos de bola parada, o campo secou e o Vasco reagiu. Com outra postura, a equipe cruzmaltina empatou com Gilberto após cobrança de escanteio.

No segundo tempo o Vasco parecia que conseguiria uma virada, mas uma jogada individual de Marcelo Cirino jogou um balde de água fria na equipe. Após drible no marcador, o atacante foi derrubado dentro da área por Guiñazu. Alecsandro cobrou pênalti com perfeição e devolvou a vantagem aos rubro-negros. Atrás do empate, o time cruzmaltino assustava nos lances de bola parada, mas que eram bem anulados pelo sistema defensivo dos mandantes.

Com os ânimos à flor da pele, jogadores se desentenderam após uma falta no meio de campo e quatro jogadores foram expulsos de uma só vez: Guiñazu e Bernardo, pelo Vasco, e Anderson Pico e Paulinho pelo Flamengo. O time cruzmaltino ainda teve uma ótima oportunidade no último minuto, mas a cabeçada de Rodrigo passou ao lado da trave e não mudou o placar do Maracanã.
Fonte: Terra

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

ESPORTES

Ponte Preta vence na arena e frustra noite de estreias do Palmeiras

O palmeirense foi da euforia à decepção na noite desta quinta-feira. Os quase 25 mil torcedores que chegaram ao Allianz Parque festejando a contratação do meia Cleiton Xavier, anunciada no

ESPORTES

LG Engenharia vence Cajueiro e garante vaga na final do I Campeonato Sub 17 de Futebol7 Society da Arena Jaicós

Teve início nesta quinta-feira, 10, os confrontos das semifinais do Campeonato Sub 17 na Arena Jaicós, para as vagas na grande final que será realizada no dia 19 de dezembro.

ESPORTES

Estrangeiros elegem a camisa mais bonita do futebol brasileiro; confira o ranking

Fazer uma enquete entre brasileiros para escolher a camisa mais bonita do futebol nacional não teria graça. Afinal, as torcidas votariam nos próprios mantos. Por isso, o blog Pombo sem