Com quase todos os açudes secos, Oeiras tem decreto de emergência
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 19/09/16
Comments 0

Com quase todos os açudes secos, Oeiras tem decreto de emergência

O Governo Federal reconheceu, por meio da Secretaria de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional, a situação de emergência por conta da seca em Oeiras, a 356 km de Teresina. A portaria ministerial foi publicada nesta segunda-feira (19) no Diário Oficial da União (DOU). Na cidade, quase todos os açudes já estão secos.

De acordo com o secretário de Agricultura de Oeiras, Juvenal Antônio de Souza, cerca de 80% da safra foi perdida em 2016 devido à falta de chuvas. As maiores perdas foram justamente nos produtos mais cultivados em Oeiras, como o milho, arroz, feijão e mandioca.

“Nós estamos com praticamente todos os açudes secos. Tivemos mais de 400 milímetros de chuvas somente em janeiro e todos os açudes encheram, mas não tivemos mais nenhuma chuva nos meses seguintes e agora estão quase todos sem água. Esse reconhecimento vai nos dar a oportunidade de buscar mais recursos para enfrentarmos essa situação”, falou o secretário.

Com o reconhecimento, o Piauí passa a ter 118 municípios com estados de emergência ratificados pelo Governo Federal. Na semana passada, a União já havia publicado portaria reconhecendo a situação em 117 cidades piauienses castigadas pela seca. Até agora são mais de 50% dos municípios nesta situação em todo o Piauí.

A decretação de emergência é necessária para a execução das ações emergenciais de assistência e de restabelecimento do abastecimento d’água no enfrentamento à seca, como a Operação Carro-Pipa e instalação de poços. A maior parte dos municípios com emergência reconhecida está no semiárido, onde os efeitos da seca são ainda mais severos.

Recursos
No início de setembro, o Ministério da Integração Nacional destinou R$ 26 milhões para o estado enfrentar os impactos da seca. As ações serão executadas pelo ministério em parceria com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) para socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais. Em todo o Brasil, as unidades atingidas pela estiagem estão recebendo R$ 260 milhões.

A execução nos estados do Piauí e Sergipe ficarão sob a responsabilidade da Codevasf, que vai usar a verba para a construção de adutoras para o abastecimento de água e ainda implementação da operação carro-pipa. Apesar de o dinheiro estar disponível, o montante será liberado apenas mediante a elaboração dos planos de trabalho para a aplicação da verba.

G1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

GERAL

Febre de aplicativo que envelhece rostos faz usuários ignorarem riscos

Se uma empresa apresentasse três endereços diferentes – um na Rússia, outro nos Estados Unidos e um terceiro no Panamá – e tentasse prestar algum serviço para você usando um

MUNICÍPIOS

Teresina, Picos e Parnaíba são as cidades com maior número de casos de dengue no PI

O Piauí já registrou 7.534 casos suspeitos de dengue, no período de janeiro até 02 de dezembro deste ano, o que representa uma redução de 0,4% em relação ao mesmo

GERAL

Seduc realiza 3ª revisão Pré-Enem no domingo (30); veja programação

A Arena Verdão será palco da terceira revisão Pré-Enem Seduc que acontece no domingo (30). As aulas terão início às 7h30 e vão até as 13h30 com as disciplinas Redação,