Comissão aprova fornecimento gratuito de óculos e aparelhos auditivos para crianças e adolescentes
Publicado por: | Data: 05/05/19

Comissão aprova fornecimento gratuito de óculos e aparelhos auditivos para crianças e adolescentes

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou proposta que prevê o fornecimento gratuito de óculos e aparelhos auditivos para crianças e adolescentes. A medida foi aprovada na forma de substitutivoapresentado pelo relator, deputado Hiran Gonçalves (PP-RR), que aproveitou em um só texto quatro projetos de lei (PLs 1907/112997/11, 4026/15 e 3257/15).

A proposta insere dispositivos no Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.060/90). Conforme o texto, caberá ao poder público fornecer gratuitamente, àqueles que necessitarem, medicamentos, órteses e próteses, incluindo óculos e aparelhos auditivos, e outras tecnologias destinadas a tratamento, habilitação ou reabilitação de crianças e adolescentes. Terão prioridade os matriculados na rede pública de ensino.

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Fonte: Agência Câmara Notícias

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

GERAL

Correios lançará concurso com 9 mil vagas em 2014; Piauí será incluso

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos vai ampliar seu quadro de pessoal, por meio da abertura de um novo concurso. Serão preenchidas vagas imediatas e formado cadastro de reserva.

GERAL

“Estado não tem mãos o bastante para combater violência”, diz Margarete Coelho

A vice-governadora Margarete Coelho participou na tarde desta terça-feira (7) do ato realizado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) contra o feminícidio. Bastante emocionada, ela disse que o Estado

Secretário reúne políciais do Piauí e diz que meta para 2017 é reduzir roubos e furtos

O secretário estadual de Segurança disse que a prioridade para 2017 será reduzir roubos e furtos na Capital com base nos bairros considerados mais perigosos, assim como os municípios com