Datafolha: Metade acredita no hexa, e 64% aprovam trabalho de Tite
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 13/06/18

Datafolha: Metade acredita no hexa, e 64% aprovam trabalho de Tite

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

Pesquisa Datafolha realizada na semana passada mostra que 48% dos entrevistados apontam o Brasil como favorito ao título da Copa do Mundo da Rússia.

Esse percentual, porém, já foi bem maior, por exemplo, às vésperas das Copas de 2014 (68%), no Brasil, de 2010 (64%), na África do Sul, e de 2006 (83%), na Alemanha, quando o time de Ronaldo, Ronaldinho, Adriano e Robinho naufragou nas quartas de final diante da França.

Segundo o levantamento, atrás do Brasil aparecem Alemanha (11%) e Argentina, Rússia, França e Espanha, todas com 2% –31% não souberam responder e 2% apontaram outra seleção como favorita.

“Não estou empolgado [com a Copa], muito pelo resultado da última [se referindo ao 7 a 1], mas vou assistir aos jogos. Naturalmente a empolgação pode aumentar conforme o time for vencendo as partidas”, diz o gerente de vendas Leandro Costa, 40.

Sobre o otimismo pelo título, o que se fala nas ruas também se vê no comando da seleção.

Nesta segunda-feira (11), em Moscou, o presidente da CBF, o coronel Antônio Carlos Nunes, disse ao comando da Fifa para já preparar a taça do hexacampeonato mundial. “Disse ao [Gianni] Infantino [presidente da Fifa] que ele pode preparar a taça para o Brasil. Quero levantar a taça.”

“Estou mais ou menos ansiosa para a Copa. Meus irmãos, que são mais fanáticos, estão mais que eu. No meu bairro, não pintam mais a rua como antes”, diz a recepcionista Tânia Ferreira, 29.

O favoritismo apontado para a seleção bate com a aprovação do técnico Tite, há dois anos no cargo. Ele assumiu a equipe após a sequência de fracassos de Dunga.

Entre os entrevistados, 64% consideram o trabalho do gaúcho de 57 anos como ótimo ou bom, contra 13% regular, 5% péssimo e outros 18% que não souberam opinar, percentual que também indica o desinteresse pela seleção.

A aprovação atual de Tite (64%) supera a de Luiz Felipe Scolari (51%) antes do Mundial de 2002, quando levou o penta no Japão, os 49% de Dunga em 2010 e os 62% de Parreira em 2006. Fica atrás, porém, dos 68% de Felipão antes do Mundial do Brasil, em 2014.

Segundo a mesma pesquisa, 53% dos brasileiros afirmam não ter nenhum interesse pelo Mundial. No final de janeiro, o índice de desinteressados era 42%. O Datafolha ouviu 2.824 pessoas em 174 municípios na quinta (7) e sexta-feira (8), e a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

GERAL

Onze municípios piauienses estão com vagas disponíveis para o Programa Mais Médicos

O Programa Mais Médicos está oferecendo vagas em 649 municípios brasileiros, e quase 13 mil médicos estão aptos a participarem da seleção, e estes têm até hoje (27) para indicarem

GERAL

Vacina contra a dengue será comercializada nos próximos meses

A vacina contra a dengue já possui registro concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e deve ser comercializada nos próximos meses. Inicialmente as doses não serão distribuídas nos

ESPORTES

Três jogadores da seleção devem mudar de time após a Copa América

Como sempre acontece em ocasiões em que a seleção brasileira se reúne por períodos mais longos, alguns jogadores podem ir para casas novas após a participação da Copa América. A

GERAL

STF mantém afastado juiz investigado por favorece partes no Piauí

O Supremo Tribunal Federal (STF) manteve o processo disciplinar instaurado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o juiz da 2ª Vara Cível de Teresina, José Ramos Dias da Silva

GERAL

Jaicós sedia a II Semana Unificada de Enfermagem

O Conselho Regional de Enfermagem do Piauí, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, promoveu nos dias 21 e 22 de maio, em Jaicós, a II Semana Unificada de

GERAL

Começam a valer novos direitos do consumidor de serviços de telecomunicações

As novas regras previstas no Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações, aprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), começam a valer. A partir desta terça-feira (10),