Há oportunidades mesmo com suspensão dos concursos do governo federal
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 16/09/15

Há oportunidades mesmo com suspensão dos concursos do governo federal

Mais uma vez, a notícia de que concursos serão suspensos deixa os candidatos alarmados e preocupados com o futuro de seu projeto. Mas é preciso muita serenidade para analisar os fatos antes de mudar de planos ou entrar em desespero.

Para começar, toda essa confusão em nada afeta os concursos estaduais ou municipais. Então, considerando que o Brasil tem 26 estados, o Distrito Federal e mais de 5 mil municípios, são muitas oportunidades em todas as áreas. Podem sair concursos para as áreas de educação, saúde, segurança, administrativa, para câmaras de vereadores e assembleias legislativas, enfim, para um leque considerável de perfis de cargos.

Concursos já autorizadosNo que se refere aos concursos federais, as notícias dão conta de um contingenciamento para os concursos de 2016. Aqueles que já foram autorizados em 2015, em princípio, podem ter seus editais liberados.

Veja alguns dos que são aguardados em breve:

INSS

ANAC, ANP e ANS 

IBGE 

FUNAI 

 

Para 2016

 

 

Além disso, mesmo para o próximo ano, a situação não é tão absoluta assim. O governo precisa cortar gastos e isso não é novidade. Apontar para os concursos também não é novidade – já aconteceu antes. Em 2012, o corte foi de R$ 55 bilhões, com a mesma ameaça sobre os concursos. Entretanto, foram realizados concursos para auditor e analista da Receita Federal e para todos os cargos da Polícia Federal, para citar somente alguns dos concursos mais cobiçados pelos candidatos.

Isso porque a realização de um concurso público acontece quando é necessária a reposição de funcionários para garantir a continuidade da prestação de um determinado serviço à sociedade. Portanto, há situações em que o próprio Tribunal de Contas da União já determinou a regularização da situação, por meio de termo de ajustamento de conduta, para recomposição de quadros ameaçados pela quantidade de funcionários em condições de aposentadoria ou para substituição de terceirizados que estão ocupando irregularmente vagas que deveriam ser destinadas a concursados.

Outro aspecto a ser levado em conta é que empresas públicas e sociedades de economia mista que tenham orçamento próprio também não dependem de autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para realizar concurso. É o caso do Banco do Brasil, da Petrobras, do BNDES, dos Correios , entre outros.

Conforme proposta dos ministros do Planejamento e da Fazenda, a redução atingiria também os concursos dos poderes Legislativo e Judiciário. Mas é preciso lembrar que existe a independência entre os poderes e que não há necessidade de autorização do ministro do Planejamento para realização de concursos, exceto naqueles do poder executivo. Portanto, seria preciso uma orientação específica na lei de Diretrizes Orçamentárias e na Lei Orçamentária Anual para o exercício financeiro de 2016, cujos projetos estão no Congresso Nacional, para restringir a realização de concursos naqueles poderes.

 

O que fazer

 

 

A preparação para ser aprovado num concurso público é algo que demora algum tempo e está sujeita a muitas interferências. O candidato precisa saber tomar algumas precauções para poder seguir no projeto, independentemente do que aconteça.

1 – organize a situação financeira para poder seguir estudando até passar (não há prazo para isso acontecer).

Pode ser uma reserva financeira proveniente de uma demissão, um acordo com familiares para ter suporte material enquanto estuda ou a decisão de conciliar trabalho e estudo.

2 – escolha o tipo de concurso que interessa e estude as matérias básicas cobradas em todos os editais, com antecedência.

Desta forma, você já pode antecipar boa parte do conteúdo, independentemente do edital que sair – seja ele municipal, estadual ou federal, desde que da área escolhida. Isso dará boa vantagem em relação aos outros candidatos quando o edital for publicado.

3 – fique atento a concursos paralelos ou intermediários

Mesmo que não seja exatamente o seu sonho de consumo, pode ser interessante fazer um concurso parecido ou até abaixo do desejado, enquanto continua estudando para outros mais atrativos. Afinal, também no mercado privado pessoas estão aceitando colocações um pouco abaixo de sua qualificação.

 

Já aprovados

A nomeação de candidatos que já foram aprovados dentro de vagas oferecidas no edital, se para a esfera federal, pode demorar um pouco, mas não está sob risco. A administração pública tem até o fim do prazo de validade do concurso, mas é obrigada a fazê-lo.

 

Vale lembrar que isso pode acontecer mesmo sem haver situação de contingenciamento e o candidato deve estar preparado para isso.

 

Fonte: G1/Lia Salgado

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

GERAL

Facebook passa por instabilidade de acesso no Brasil

O Facebook está passando por uma instabilidade de acesso no Brasil e outros países durante esta quarta-feira (13). Muitos usuários foram ao Twitter reclamar da falta total de acesso, ou de imagens

GERAL

Nova audiência pública decidirá futuro da gestão dos municípios

Uma nova audiência pública no Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE/PI), marcada para o dia 11 de setembro, decidirá a aplicabilidade da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) sobre

GERAL

Saiba como ter maior restituição possível do IR

Quem vai declarar o Imposto de Renda e quer garantir que a restituição seja a maior possível deve ficar atento a tudo o que pode ser declarado. Para facilitar, é importante que,