Parlamentar do PSL nega fumar maconha após divulgação de tweets
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 09/04/19

Parlamentar do PSL nega fumar maconha após divulgação de tweets

Ana Caroline Campagnolo (PSL), deputada estadual por Santa Catarina, vive uma situação delicada por conta da rede social Twitter. Vazaram publicações antigas do microblog que incitam que a parlamentar teria sido usuária de cannabis sativa no passado, o que fere o conservadorismo imposto por ela durante as eleições.

Campagnolo negou pelo Instagram. Ela também desativou sua conta no Twitter. “Brinquem à vontade, mas não esqueçam que eu fiz Proerd”, escreveu ela, se referindo a um programa de prevenção de uso de drogas da Polícia Militar.

A deputada ficou famosa no final do ano passado, após eleita, ao incitar pessoas a denunciar professores por meio do Whatsapp. Ela caçava manifestações “político-partidárias ou ideológicas” de docentes. A atitude foi entendida como “serviço ilegal de controle político-ideológico da atividade docente” por um promotor.

Recentemente, a deputada foi notícia por agredir verbalmente um jornalista que a questionava sobre a cobrança de diárias da Assembléia Legislativa de Santa Catarina.

 

 

 

Fonte: Terra


ACOMPANHE O PORTAL NAS REDES SOCIAIS:
@cidadesnanet
Facebook.com/cidadesnanetoficial

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

GERAL

Famílias de vítimas de voo da Chape entram na justiça para barrar documentário sobre o time

Um documentário sobre a Chapecoense tem provocado polêmica entre o clube, a produtora Trailer Ltda e familiares das vítimas do acidente com o voo do time em novembro de 2016.

GERAL

Mais três vereadores oposicionistas oficializarão adesão à prefeita Maria José neste domingo (05)

Mais três vereadores membros da bancada oposicionista na Câmara oficializarão adesão a administração “Uma Santana Melhor Para Todos”. O ato político está agendado para esse domingo (05/05), às 10h, na

MUNICÍPIOS

Curral Novo do Piauí: TCE reprova prestação de contas da prefeitura

  Os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado decidiram reprovar a prestação de contas do município de Curral Novo do Piauí, referente ao exercício financeiro de 2011, sob responsabilidade