Sem receber salários, mais de 15 mil servidores terceirizados podem parar atividades no Piauí
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 06/12/14

Sem receber salários, mais de 15 mil servidores terceirizados podem parar atividades no Piauí

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Asseio e Conservação do Piauí (Seeacep), que representa os servidores terceirizados no estado, revela que mais de 200 servidores terceirizados do Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran) paralisaram suas atividades. Segundo o diretor do sindicato, Luciano José, esse número pode aumentar já que a maioria dos terceirizados, algo em torno de 15 mil trabalhadores em todo o estado, estariam sem receber salários há pelo menos três meses.

Luciano José, explica que a situação no Detran já chegou ao extremo. “Nós começamos essa paralisação desde a quinta-feira, dia 4, porque aqui tem trabalhadores que estão há quatro meses sem receber. Além disso, estão sem ganhar ticket alimentação e quando tiram férias não recebem pagamento”, reclama Luciano.

O diretor revela ainda que na próxima semana servidores de outras duas empresas que prestam serviços terceirizados devem paralisar suas atividades. “Se continuar desse jeito, já temos os trabalhadores de outras duas empresas que vão paralisar. Além disso, os mais de 15 mil trabalhadores terceirizados por todo o estado estão sem receber e se nada for feito teremos uma paralisação geral”, confirmou Luciano.

Sobre o pagamento, Luciano disse que já conversou com os proprietários das empresas de terceirizados, mas eles alegam que ainda não fizeram o pagamento porque o Governo há pelo menos cinco meses não faz o repasse referente ao contrato. “O governador Zé Filho vai para imprensa e diz que já pagou uma parte, mas os patrões alegam que o dinheiro não dar para pagar os funcionários. A nossa parte é muito pouca, as pessoas trabalham e merecem seus salários, as famílias já não sabem como vão sobreviver”, reclama Luciano.

O sindicalista também confirma que conversou com a direção do Detran. “Na quinta-feira o empresário ligou para o diretor e disse que no mesmo dia ia pagar uma parte dos salários, mas até hoje os trabalhadores não receberam este dinheiro. Por enquanto vamos continuar com a paralisação, mas se a situação permanecer vamos fazer um indicativo de greve na próxima semana”, informou Luciano José.

A equipe do ClubeSat tentou entrar em contato com o Governo do Estado, mas até a publicação desta matéria ninguém foi encontrado para comentar sobre o assunto.

Fonte: Portal Club Sat

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

GERAL

Apoiadores de Lula carimbam rosto do petista em notas de dinheiro

Um grupo de apoiadores do  ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu carimbar cédulas de dinheiro com o rosto do petista, numa forma de protestar contra sua prisão. O ato foi

GERAL

Governo anuncia valor das indenizações para as famílias do massacre em Suzano

Mais uma tragédia aconteceu no Brasil. Com os dois autores mortos, o responsável legal pelo massacre é o Estado de São Paulo, até porque a escola era estadual. O próprio

NOTÍCIA DESTAQUE

Mudanças no seguro-desemprego já valem para demitidos. Veja!

As novas regras de concessão do seguro-desemprego começam a valer para quem for demitido a partir deste sábado (28). As normas de acesso a cinco benefícios trabalhistas e previdenciários foram