CARIDADE | Câmara Municipal de Vereadores abre ano legislativo com aprovação de projetos
Publicado por: Cleilson Silva Almeida | Data: 20/02/19

CARIDADE | Câmara Municipal de Vereadores abre ano legislativo com aprovação de projetos

A câmara Municipal de vereadores de Caridade do Piauí realizou na tarde desta terça-feira,19, a abertura dos trabalhos legislativos no município, aprovando projetos, elegendo as comissões permanentes da casa e divulgando calendário do semestre.

A Solenidade foi presidida pelo Presidente da Câmera, Vilmar da Silva Nonato (Mazim), que colocou em votação o projeto de lei Nº 243, que fixa o piso salarial dos profissionais do magistério público de Caridade do Piauí, adequando o plano de cargos, carreira e remuneração, ficando concedido reajuste do piso salarial laboral para os profissionais da educação do município de Caridade do Piauí.

 Em seguida foi votado o Projeto de Lei Nº 244, que fixa o piso salarial nacional dos Agentes Comunitários de Saúde – ACS e dos Agentes Combate a Endemias – ACE do município, que também adequa o o plano de cargos, carreira e remuneração da profissão, ficando concedido o reajuste salarial no valor de R$ 1.500 mensais, obedecendo o seguinte escalonamento: R$ 1250,00 em 1º de janeiro de 2019, R$1.400,00 em 1º de janeiro de 2020 e R$1.550 em 1º de janeiro de 2021. Ambos foram aprovados por unanimidade


O Vereador Mazim agradeceu a presença de todos e destacou a importância dos projetos que foram votados.”Hoje iniciamos os trabalhos desta casa que atua em prol do povo de Caridade, hoje estamos aprovando projetos importantes que vão beneficiar os agentes de saúde e de endemias, que trabalham duro para ajudar a nossa sociedade” disse.

Logo em seguida, foram eleitos, também por unanimidade, os componentes das  Comissões Permanentes da casa, ficando as seguintes comissões com seus respectivos membros:  Comissões Permanentes de Constituição, Justiça e Redação Final: Presidente Leocádio Alves Bento (PSD),  Vice- Presidente Francisco Manoel de Sousa Neto (PCdoB), Relator Maria da Silva (PDT); Comissões Permanentes de Orçamento e Finanças: Presidente Elismar José da Silva (PP), Vice-presidente Fabiano Leal (PP), Relator Leocádio Alves Bento (PSD) e a Comissão Permanente de Educação Saúde e Assistência: Presidente Wellington da Silva Santos (PSDB); Vice-presidente Silvano Pedro de Sousa (PP); Relator Francisco Hélio Pereira Leal (PSD).

Os demais vereadores falaram da importância dos projetos, agradeceram a presença de todos e destacaram o compromisso com a população. Além dos vereadores, o Secretário de Educação Aldo Cesar também se pronunciou.

Ele comentou sobre os projetos, atuação do prefeito municipal e anunciou a jornada pedagógica. “Parabenizo os vereadores que estão aprovando estes projetos, sabemos que ainda está longe do professor ter o valor que realmente merece, mas já é um começo e devemos torcer parar que o reconhecimento merecido chegue o quanto antes, aproveito o momento para parabenizar o prefeito Toninho, que sempre está a disposição para trabalhar pela melhoria da qualidade de ensino, gostaria também de lembrar a todos que nossas aulas irão começar dia 8, após o carnaval devido as reformas que estão em andamento e comunico a todos que nossa semana pedagógica será realizadas nos dias 27 e 28 de fevereiro” disse.

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

Dnocs e DER garantem que não há risco de rompimentos de barragens

Gestores do Departamento de Estrada de Rodagem (DER), Instituto de Desenvolvimento do Piauí (IDEPI) e Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), se reuniram, nesta terça-feira (19), na sede

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

Prefeitura de Belém do Piauí abre a III Semana do Bebê; fotos!

Com objetivo promover ações compartilhadas em prol da primeira infância, com o propósito de garantir o direito de cada bebê a sobreviver e se desenvolver o município de Belém do Piauí

DESTAQUES

JAICÓS | Vereador Bosquinho propõe audiência pública para discutir a reforma da Previdência

A Proposta de Emenda à Constituição nº 06/2019, que foi enviada pelo Governo Federal para ao Congresso Nacional e que trata da reforma previdenciária. Pelo documento, a idade mínima para