Em 4 meses, SAMU de Jaicós já atendeu 72 ocorrências; 13 mortes foram registradas
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 05/07/18

Em 4 meses, SAMU de Jaicós já atendeu 72 ocorrências; 13 mortes foram registradas

O Serviço Móvel de Urgência (SAMU), do município de Jaicós, que está em funcionamento há 4 meses, já atendeu a 72 ocorrências, nas quais foram registradas 13 mortes, segundo informações concedidas pela coordenadora do serviço, enfermeira Ludmila Kimbele, que concedeu entrevista ao portal Cidades na Net na tarde desta quarta-feira (04).

De acordo com ela, a média é de 24 ocorrências a cada mês e a principal preocupação são os traumas. “Atualmente, em 4 meses de atuação em jaicós, estamos trabalhando com uma média de 24 ocorrências por mês, já tendo um total de 72 até o dia de hoje. Nossa principal preocupação hoje é o trauma, que são os casos esporádicos, como os acidentes de trânsito. Hoje ninguém tem condição de sofrer um trauma em Jaicós, pois não dependemos apenas do hospital, mas da rede de transferência” esclareceu ela.

Em decorrência de traumas ocorridos na cidade de Jaicós, 13 vítimas fatais já foram registradas. “Das pessoas que atendemos, que sofreram trauma, é triste dizer, mas 80% dos casos resultaram em morte, morte imediata, no local ou encefálica. Temos 13 vítimas fatais hoje, o que para nós, em 4 meses, é um número absurdo, considerando a quantidade de habitantes que temos em Jaicós, que não chega a 20 mil” disse ela, que ainda completou “Para nós isso é um alerta, pois hoje não temos condição de tratar trauma em Jaicós e nem em Picos, precisando ir para Teresina ou Floriano, e na maioria das vezes não temos o tempo que precisamos, terminando perdendo vidas” falou.

A enfermeira ainda explicou como funcionam os procedimentos de transferência de vítimas. “O SAMU é regulado pela central e não tem autorização para fazer transferências imediatas. A transferência que o SAMU faz é organizada, só podemos sair do hospital Floria Silva se tivermos a senha da regulação e o leito do paciente, não podemos deixar o paciente em um corredor, apenas no leito” explicou ela, que também informou que já foram realizadas transferências pelo SAMU de Jaicós,  “Já realizamos algumas transferências para Picos e , graças a Deus, todas tem sido tranquilas, não perdemos ninguém dentro da nossa ambulância. O SAMU não só transporta, mas da a vítima uma chance de sobrevida” completou.

Com relação aos casos clínicos, a coordenadora informou que nenhum óbito foi registrado. “Temos três tipos de casos clínicos que são os principais, crise diabética, crise convulsiva e crise psicótica, que contabilizam o maior número de atendimentos. Em todos os casos clínicos que atendemos até hoje nenhum resultou em morte, mas nos traumas, a maioria deles. Casos clínicos inclui também ocorrências como desmaio, apneia, vômito e trabalhos de parto complicados” disse.

Ludmila ainda explicou sobre como fazer o acionamento e quais os casos atendidos pelo SAMU. “Para fazer o acionamento do SAMU temos o 192 e o número da base que é (89) 94527187. Se não conseguir acionar o 192 a pessoa pode vir a base, mas é importante que tragam  o nome da vítima, o endereço e o motivo do acionamento. Trabalhamos com urgência e emergência, atendemos a problemas cardiorrespiratórios, dispnéia, suspeita de infarto, intoxicação, queimadura, maus tratos, trabalho de parto em que haja risco, acidente, afogamento, choque, AVC, acidente com produtos perigosos, agressão por arma de fogo e arma branca,soterramento, desabamento, crise convulsiva  e as transferências mais graves que devem ser acionadas pelo médico de plantão” disse.

Ela ainda alertou a população a não realizar trotes. “Já recebemos três trotes. No mês de maio pegamos uma semana terrível, em que estavam acontecendo vários traumas, e então uma pessoa ligou dizendo que havia acontecido um trauma e quando os meninos chegaram descobriram que era trote. Em outro caso, nos informaram um endereço inexistente. O alerta que deixo é que uma pessoa que faz um trote pode estar matando alguém de sua casa, pois enquanto ela ocupa a linha do SAMU um trauma pode estar acontecendo e até uma pessoa de sua própria família precisando de um atendimento” concluiu.

A reportagem do Cidades Na Net ainda conversou com os profissionais de plantão, que falaram sobre como tem sido a experiência de trabalhar no serviço. A técnica em Enfermagem, Irla Layany, falou das ocorrências já atendidas e disse que é gratificante poder ajudar. “Todas as ocorrências são marcantes, pois cada uma tem sua particularidade. Até o momento não atendi nenhum trauma, apenas casos clínicos, mais simples. Mas o que mais marca a gente é os familiares das pessoas que você está socorrendo nos agradecerem, é muito gratificante quando eles demonstram agradecimento”, disse ela, que ainda ressaltou “Gosto muito da área da saúde, onde já trabalho há mais de dois anos, mas no começo, por o SAMU ser uma experiência nova sempre vem a preocupação se vamos conseguir, pois a proposta do SAMU é salvar vidas” falou.

O socorrista Marcos Antônio, disse que a convivência tem sido gratificante e falou da ocorrência mais marcante que atendeu. “A convivência aqui dentro e o trabalho no SAMU tem sido gratificante. A ocorrência que mais me marcou foi uma em que eu não estava de plantão, mas ao me deparar com a ocorrência ajudei a fazer os procedimentos e graças a Deus deu tudo certo. Foi marcante para mim porque tive a oportunidade de ajudar os parceiros que estavam de plantão” destacou.

A equipe do Serviço Móvel de Urgência, em Jaicós, conta com 12 profissionais,  a coordenadora, enfermeira Ludmila Barbosa, quatro condutores, quatro técnicos de enfermagem, dois feristas e um médico regulador. O sede do SAMU fica localizada no bairro Serranópolis, Rua Constâncio Lopes, ao lado do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e da Policlínica Amélia Crisanto.

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

DESTAQUES

Assaltantes rendem funcionários e roubam aparelhos celulares da Loja Macavi em Picos

Na tarde desta terça-feira (06), por volta de 12h10min, dois homens armados renderam os funcionários da Loja Macavi, localizada no bairro Boa Sorte, e roubaram vários aparelhos celulares. A ação

Paulistana 0 Comments

Força Tática prende dupla transportando 1kg de maconha para Paulistana

Uma equipe da Força Tática de Paulistana realizava uma barreira policial na madrugada desta terça-feira, 19, no Posto Fiscal de Pipocas, na BR-407, quando por volta de 1h suspeitaram de

DESTAQUES

Polícia Civil mantém greve e alega boicote do Sindepol sobre lei do escrivão no PI

Indefinição e impasse: esses foram os resultados da reunião entre as categorias de Segurança Pública do Estado nesta terça-feira (24/04) na Assembleia Legislativa. Na audiência, a mensagem de número 15 do