JAICÓS | Vereador Divino Macedo cobra identificação de carros da Gestão Municipal
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 09/03/19

JAICÓS | Vereador Divino Macedo cobra identificação de carros da Gestão Municipal

Na noite desta sexta-feira (08), em sessão realizada no plenário Deputado Humberto Reis da Silveira, sede do poder Legislativo jaicoense, o vereador Divino Macedo de Carvalho (PSB), teve um requerimento aprovado.

No requerimento, o vereador cobrou a identificação dos carros da Gestão Municipal, direcionado a reivindicação do prefeito de Jaicós, Ogilvan da Silva Oliveira, o Neném de Edite e ao secretário de Administração, Lázaro da Silva Reis.

De acordo com ele, a administração deve promover a identificação de veículos locados, de forma a atender às disposições contidas no art. 7º da Lei 1.081/1950 c/c o art. 12, § 1º, da IN/MPOG 1/2007.

Segundo Divino Macedo, os carros devem ser identificados para evitar o uso indevido. “Os carros a serviço do poder público deve ter identificação, para evitar o uso indevido, como também para a população saber qual tipo de serviços este está prestando em nosso município. A identificação é um fator simples e barato que todo gestor deve adotar em sua gestão, promovendo a identificação de todos os veículos por ele utilizados” falou.

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

DESTAQUES

Nova aplicação da Lei da Ficha Limpa atinge candidatos do Piauí e Maranhão

Políticos condenados em campanha antes de 2010 não poderão disputar as eleições de 2018. A decisão, tomada na última quarta-feira (04), pelo Supremo Tribunal Federal (STF), atinge os condenados por abuso de

POLÍTICA

Ministro da Cultura promete recursos para ampliar Parque Serra da Capivara

Durante visita ao Piauí, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, garantiu recursos para a ampliação do Parque Serra da Capivara e a aplicação de R$ 1,5 milhão para pontos de

POLÍTICA

Corrupção na Petrobras leva Wellington e Dilma a se afastarem de Ciro Nogueira durante a campanha

Depois de afastar da sua campanha todos os suspeitos de participação no escândalo da Petrobras, inclusive o presidente do PT, Rui Falcão, que era o coordenador de sua campanha, como