Com cidades sem água, comitivas de Simões e Curral Novo visitam barragem Poço de Marruá
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 09/11/15

Com cidades sem água, comitivas de Simões e Curral Novo visitam barragem Poço de Marruá

Moradores das cidades de Simões e Curral Novo do Piauí estão vivendo um verdadeiro drama com relação ao abastecimento de água. Há aproximadamente um mês, a água da barragem Poço de Marruá, situada no município de Patos do Piauí, não tem chegado até as torneiras das residências. O problema tem causando angústia e revolta nos moradores das duas cidades.

Em busca de mais respostas, na tarde desta segunda-feira (9), uma comitiva formada por prefeitos, vereadores e lideranças políticas de ambas cidades visitaram a Estação de Tratamento, em Patos, onde foi constatado que baixa qualidade da energia elétrica na Estação de Tratamento prejudica o funcionamento dos equipamentos, o que, consequentemente, compromete o sistema de abastecimento. O problema da energia já causou, inclusive, a perda de equipamentos.

DSC_0018

As autoridades cobraram do Governo do Estado a resolução do problema. O prefeito do município de Simões, Francisco Dogizete Pereira (Doge-DEM), relatou que o Governo do Estado e a Agespisa já foram informados sobre o problema. “É necessário e urgente que o Governo do Estado tome as medidas necessárias. A população de Simões não poder ficar à mercê dessa situação”, disse.

Doge, prefeito de Simões

Doge, prefeito de Simões

Segundo o prefeito, existem bairros que estão há 30 dias sem água nas torneiras. “Crianças estão deixando de ir para as escolas por não terem água para tomar banho. Até a saúde humana é afetada numa situação como essa. É uma situação preocupante”. O abastecimento de água tem sido feito pela Prefeitura Municipal através de três caminhões pipa. “Apesar de todo o esforço que nós temos feito, é insuficiente para atender toda a demanda. Nós estamos priorizando os bairros onde a situação é mais crítica. A nossa cidade é grande, e além disso, a Prefeitura não tem condições de pagar caminhão pipa”, pontuou.

Luciano, vereador de Simões

Luciano, vereador de Simões

O vereador de Simões, Luciano César (PT), relatou que também tem se mobilizando junto ao Governo do Estado em busca de uma solução urgente. “Já informei o problema ao secretário de Governo, Merlong Solano, ao deputado Assis Carvalho. Enfim, as autoridades do Piauí já estão sabendo desse problema. Nós votamos no governador Wellington Dias com a expectativa de que ele é o melhor para o Piauí, e agora, esperamos que ele seja se sensibilize com o sofrimento da população de Simões e resolva o mais breve possível esse problema. Nós visitamos a barragem e vimos que o problema não é água, mas, sim, a energia de má qualidade”.

O prefeito do município de Curral Novo, Leônidas Lopes de Lima (PP), também integrou a comitiva em visita à barragem e relatou a luta que tem enfrentado para resolver o problema do abastecimento de água em sua cidade. O gestor relatou que já foi por várias vezes até a sede da Agespisa, em Teresina, na regional de Picos. “A resposta é uma só: que vai resolver. Mas até agora nada foi feito”, disse.

Leônidas, prefeito de Curral Novo

Leônidas, prefeito de Curral Novo

Leônidas disse que já procurou o Ministério Público, na Promotoria de Simões, que solicitou um abaixo assinado da população. “Nós já fizemos o abaixo assinado e vamos levar para o promotor pedindo o cancelamento das cobranças até que o abastecimento de água seja regularizado”, disse. O prefeito se manifestou contrário às cobranças feitas pela Agespisa, que mesmo não prestando o serviço de abastecimento, mensalmente da população. “A Agespisa não tem responsabilidade e respeito com o povo. Sabe que não tem água e mesmo assim cobra pelo serviço. Não justifica uma cidade ficar oito dias sem água e a Agespisa não tomar nenhuma providência. Água tem. Tá aqui, a barragem cheia. Se o problema é energia, pois que a Agespisa resolva com a Eletrobras. O que não pode é o povo ficar sofrendo sem água nas torneiras”, pontuou. Segundo o prefeito, o abastecimento de água tem sido feito por carros pipa, mas, assim como em Simões, a Prefeitura não consegue atender a toda a população.

Solução
O secretário de Administração do município de Simões, Edilberto Carvalho, está em Teresina, onde participou na tarde de hoje de uma audiência com o diretor presidente da Agespisa, Raimundo Trigo, o engenheiro Antônio Rocha, diretor de Operações da Agespisa, e o deputado estadual Georgiano Neto, para discutir a solução do problema do abastecimento de água da cidade de Simões.

Edilberto levou a informação de que a falta de água é causada pela baixa qualidade da energia. Da reunião, ficou acertado que a Agespisa utilizará geradores para regularizar o funcionamento dos equipamentos da Estação. Os geradores virão de Fortaleza, no Ceará, e a Prefeitura de Simões vai disponibilizar o transporte dos geradores de Teresina até a Estação de Tratamento, em Patos, o que deverá ocorrer na próxima sexta-feira, 13.

Mais fotos da visita à Estação de Tratamento na barragem Poço de Marruá, em Patos:

DSC_0003 DSC_0006 DSC_0012 DSC_0015 DSC_0018 DSC_0053 DSC_0055 DSC_0058 DSC_0059 DSC_0063 DSC_0066 DSC_0072 DSC_0073 DSC_0079 DSC_0089 DSC_0094

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

Casos de dengue no Piauí caem 49%

O Piauí já registrou 2.449 casos suspeitos de dengue, no período de janeiro até 5 de maio deste ano, o que representa uma redução de 49,4% em relação ao mesmo

Simões

Prefeito Zé Ulisses entrega duas ambulâncias em Simões e reforça serviços na saúde

“Estamos trabalhando para garantir que a população seja assistida da melhor maneira possível”. A afirmação foi feita pelo prefeito de Simões, José Wilson de Carvalho (PP), no último sábado, 19,

NOTÍCIA DESTAQUE

Adolescente encontrado morto em lagoa foi testemunha de homicídio no Piauí

O adolescente Jallysson Ariel Lima, de 12 anos, cujo corpo foi encontrado em uma lagoa no bairro Nova Brasília, zona Norte de Teresina, teria sido testemunha ocular de um homicídio ocorrido