Eleição para mesa diretora da Câmara de Picos termina na Justiça
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 02/07/18

Eleição para mesa diretora da Câmara de Picos termina na Justiça

A eleição para a mesa diretora da Câmara Municipal de Picos, biênio 2019- 2020, que havia sido antecipada para a última quinta-feira, 28, e foi suspensa por uma decisão administrativa, terminou na justiça. Além disso, provocou o rompimento do prefeito Padre José Walmir de Lima (PT) e o grupo político do deputado Nerinho (PTB), que conta com quatro vereadores.

A eleição estava prevista para as 15 horas da última quinta-feira, 28, mas, no início da tarde a sessão foi suspensa por uma decisão administrativa da mesa diretora. O presidente da Câmara, Hugo Victor (MDB), que concorria à reeleição, alegou que o ato foi em atendimento a um requerimento do vereador Antônio de Moura Martins (PCdoB).

  • Foto: José Maria Barros/GP1Câmara de Picos elege nova mesa diretora nesta quinta-feiraCâmara de Picos elege nova mesa diretora

Segundo Hugo Victor, Antônio Moura solicitou a suspensão dos efeitos das decisões da mesa diretora da Câmara referentes à tramitação do requerimento que alterou a emenda a Lei Orgânica Municipal e resultou na antecipação da eleição para o biênio 2019-2020. O parlamentar pediu também suspensão da sessão ordinária que seria realizada no dia 28 de junho.

Hugo Victor disse que o requerimento foi enviado para a Procuradoria Geral da Câmara Municipal, que optou pelo deferimento. Diante disso ele garantiu que não havia alternativa que não fosse suspender a sessão da última quinta-feira, 28, bem como os efeitos da emenda a lei que antecipou a eleição. Dessa forma o pleito fica mantido para a última sessão do mês de dezembro.

Não aceitou

No entanto, a chapa denominada de Renovação encabeçada pelo vereador José Luís de Carvalho (PTB), contestou a decisão da mesa diretora. Ele e seus aliados providenciaram a abertura do plenário da Câmara, derrubaram a decisão administrativa da mesa diretora e realizaram uma sessão em que elegeram os novos dirigentes para o biênio-2019-2020.

Dizendo que a sessão foi realizada de forma correta, seguindo o regimento interno da casa, José Luís garantiu que foi eleito presidente da Câmara Municipal de Picos para o biênio 2019-2020. Sua chapa tem ainda os vereadores Antônio Afonso Santos Guimarães Júnior, o Afonsinho (PP), como 1º vice-presidente; Antônio Marcos Gonçalves Nunes, o Toinho de Chicá (PP), 1º secretário; Francisca Celestina de Sousa, a Dalva Mocó (PTB), 2ª vice-presidente e Francisco das Chagas de Sousa, o Chaguinha
(PTB), 2º secretário.

Diante da posição dos colegas da chapa Renovação, o presidente da Câmara, Hugo Victor (MDB), anunciou que vai ingressar na justiça para fazer valer a decisão da mesa diretora que suspendeu a sessão. A medida judicial deve ser tomada nesta segunda-feira, 2, provavelmente um mandado de segurança.

Fonte: GP1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

Idosos pagam frete e viajam quase 100km para sacar aposentadoria no Piauí

O aposentado Enock Caetano Lira, 89 anos, e a esposa dona Antônia Maria da Conceição, 80 anos, percorrem há três meses quase 100 km para receber suas aposentadorias, desde dezembro

MUNICÍPIOS

Médico infectologista alerta para presença do vírus da Febre do Nilo na região de Picos

Foi confirmada, na última sexta-feira (08), a notificação pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) de uma paciente de Picos diagnosticada com a Febre do Nilo – doença infecciosa, causada por

NOTÍCIA DESTAQUE

UFPI conquista três primeiros lugares do Prêmio Nacional José Marques de Melo

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) conquistou os 3 primeiros lugares do Prêmio José Marques de Melo de incentivo à pesquisa em Comunicação promovido pela Associação Brasileira de Pesquisadores de