DHPP prende trio acusado de dois homicídios no Piauí
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 08/11/18

DHPP prende trio acusado de dois homicídios no Piauí

Os policiais do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa – DHPP – prenderam na última quarta-feira (07) uma mulher identificada como Amanda Karolliny e dois homens, Samuel Martins Nepomuceno, motorista de aplicativo, e Alesson Monteiro de Sena. Eles são acusados de participar das mortes de Washington Wesley da Cunha Maciel e João Carlos da Silva, ambos ocorridos na zona norte de Teresina em agosto deste ano.

De acordo com o delegado Marcelo Leal, a vítima Washington Wesley, vulgo “Magão do Gás”, foi morta com um tiro no peito no último dia 16 de agosto, no bairro Aeroporto, em Teresina. As investigações apontaram que o crime se deu a mando de Karolliny, que queria vingar a morte de seu companheiro, Antonio Herzrom. Ela acionou Samuel, que conduziu o carro no dia do homicídio, e Alesson, que foi o responsável pelos disparos.

No decorrer das investigações, os policiais conseguiram identificar ainda que Karolliny, Samuel e Alesson também tiveram participação em outro homicídio ocorrido quatro dias depois no mesmo bairro, com a mesma motivação. Dessa vez, a vítima foi chamada na porta de casa, nas primeiras horas da manhã, quando foi alvejada com vários disparos.

Com as prisões, o DHPP elucidou os dois crimes e o inquérito será remetido ao Ministério Público, que deverá oferecer denúncia à Justiça.

Fonte: GP1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍCIA

Skatista envolvido em fraude dá entrada no HUT e é preso após exame

O skatista Zacarias Gondim, de 20 anos, foi preso na manhã deste sábado (21) após dá entrada no Hospital de Urgência de Teresina. Segundo a a assessoria da unidade, o

Picos

Homem sofre tentativa de homicídio em Picos

Mais uma tentativa de homicídio foi registrada na cidade de Picos. O fato ocorreu na manhã desta segunda-feira (02), no Morro da Macambira, onde a vítima foi atingida por um

POLÍCIA

Defensor público preso por cobrar propina acusa a secretária e se diz inocente

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (19), o delegado Carlos César Camelo, presidente do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), informou que o defensor público Adriano Moreti