Dupla toma arma de policial e efetua disparo contra ele no Piauí
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 06/12/18

Dupla toma arma de policial e efetua disparo contra ele no Piauí

Uma guarnição da Força Tática de Teresina foi acionada por volta das 02h30 da manhã desta quinta-feira (06),  para que fosse dado um apoio em uma ocorrência onde o policial civil identificado apenas como Maxuel, foi baleado e  teve sua arma uma pistola .40 subtraída, no município de Barro Duro.

De acordo com informações de testemunhas,  o policial foi baleado após uma discussão com dois suspeitos na praça principal do município, onde acontecia um evento aberto ao público. A dupla conseguiu render o policial, tomar sua arma e efetuar um disparo contra ele.

Após as diligências, foi encontrado o primeiro acusado conhecido como Silas, onde  o mesmo levou os policiais até o local onde a arma estava escondida. A arma foi encontrada na posse de Caio, na cidade de Passagem Franca.

Diante do caso, ambos foram conduzidos à delegacia regional de Água Branca para ser que fosse realizado os devidos procedimentos legais. O policial baleado foi atendido no Hospital de Barro Duro e não se tem maiores informações sobre seu quadro clínico.

 (Crédito: Divulgação/PM-PI)

Fonte: Com informações da Ascom/PM-PI

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍCIA

PAULISTANA | Dupla é presa pela Força Tática com 38 papelotes de cocaína

Dois homens portanto droga foram presos por volta das 22h desta quarta-feira (30), nas proximidades do IFPI, às margens da BR 407, na cidade de Paulistana. Uma equipe da Força

POLÍCIA 0 Comments

Polícia divulga foto de suspeito de executar presidente da Câmara no Piauí

A polícia civil do Piauí continua em busca de Jailson Xavier, suspeito de assassinar neste domingo (28) o presidente da Câmara de Vereadores de Esperantina, Antonio Aristides de Carvalho (PMDB), conhecido

POLÍCIA

50,3% dos homicídios de mulheres no Brasil são cometidos por familiares

O estudo “Mapa da Violência 2015: Homicídio de Mulheres”, divulgado nesta segunda-feira (9), mostra que 50,3% das mortes violentas de mulheres no Brasil são cometidas por familiares e 33,2% por