Piauiense e namorado são executados com vários tiros em Goiás
Publicado por: Junior Oliveira | Data: 19/06/17

Piauiense e namorado são executados com vários tiros em Goiás

Um casal de namorados foi morto com vários tiros no Jardim Mont Serrat, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital. Segundo a Polícia Civil, Maria Helena Siqueira Matias, de 19 anos, foi encontrada na porta de casa, ela era piauiense natural de Bom Jesus (PI). Já Diogo Alves Nunes, de 21, estava caído ao lado do carro do pai, cerca de 100 metros do corpo da jovem. O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) apura o caso.

O duplo homicídio aconteceu na noite de sexta-feira (16). Segundo a ocorrência, o veículo, um VW Jetta, estava suspenso por um macaco hidráulico, com o estepe e a chave de roda ao lado.

O delegado Fabrício Flávio Pereira, que esteve no local do crime, suspeita que os criminosos tenham agido de forma premeditada, cortando o pneu do automóvel para obrigar Diogo a parar e trocá-lo.

Preliminarmente, a polícia encontrou 17 perfurações no corpo de Mariana e outras nove no de Diogo. Nada foi levado das vítimas. O delegado afirmou que o casal não possuía antecedentes criminais.

De acordo com depoimento de familiares à polícia, os jovens mantinham o relacionamento há cerca de dois anos. A corporação investiga o caso e busca imagens de câmeras de segurança que possam ajudar a identificar e localizar os suspeitos.

Enterro
Os corpos de Maria Helena Siqueira Matias, de 19 anos, e do namorado, Diogo Alves Nunes, de 21, foram enterrados, na noite de sábado (17), no mesmo jazigo do Cemitério Jardim da Paz, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. O casal foi morto a tiros.

O duplo homicídio aconteceu na noite de sexta-feira (16). Segundo o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), Maria Helena foi encontrada morta na porta de casa. Já o namorado estava caído ao lado do carro do pai dele, um VW Jetta, a cerca de 100 metros do corpo da jovem.

No boletim de ocorrência consta que o veículo estava suspenso por um macaco hidráulico, com o estepe e a chave de roda ao lado. O delegado Fabrício Flávio Pereira, que foi no local do crime, suspeita que os criminosos tenham agido de forma premeditada, cortando o pneu do automóvel para obrigar Diogo a parar e trocá-lo.

Segundo a equipe do GIH, os policiais encontraram 17 perfurações no corpo de Mariana e outras nove, no de Diogo. Porém, a quantia de tiros só será confirmada após o laudo do Instituto Médico Legal.

O delegado informou que nada foi levado das vítimas. O casal não possuía antecedentes criminais.

De acordo com depoimento de familiares à polícia, os jovens estavam juntos há cerca de dois anos. A corporação busca imagens de câmeras de segurança que possam ajudar a identificar e localizar os criminosos. Até às 8h desde domingo (18), ninguém havia sido preso.

Fonte: G1 Goiás 

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍCIA

Piauienses explodem caixa eletrônico, trocam tiros e são baleados pela polícia no Maranhão

Quatro homens armados saíram de Teresina com a intenção de realizar roubos em municípios do vizinho estado do Maranhão. Os criminosos chegaram até a cidade de Buriti de Inácia Vaz,

POLÍCIA

Homem é preso suspeito de realizar clonagem de documentos e roubos

A Polícia Civil do Piauí, por meio da Polinter, durante operação policial, apreendeu na manhã desta quinta-feira (21/01), documentação de veículos do Piauí e talões de energia elétrica do Maranhão

POLÍCIA

Ex-prefeito que matou primeira-dama é mantido preso em distrito com regalias

O ex-prefeito de Lagoa do Sítio, no Piauí, José de Arimateas Rabelo, o “Zé Simão”, acusado de matar, juntamente com a suposta amante, Noemia Maria da Silva Barros, a própria

POLÍCIA

Bandidos arrombam agência dos Correios em Patos do Piauí

 A agencia dos  Correios da cidade de Patos do Piaui foi assaltada durante a madrugada desta terça-feira (17) para quarta. De acordo com Roney Castro, gerente da agencia dos Correios

POLÍCIA

Políca prende suspeito de matar quatro pessoas em chacina no Piauí

A Polícia prendeu no início da tarde desta sexta-feira (9) o pedreiro Manoel Elenilson Santos Sousa, de 34 anos, suspeito da chacina que deixou quatro mortos na noite do último

POLÍCIA

Suspeito de chacina em Madeiro é visto por populares e polícia divulga foto

A Polícia Militar do Piauí divulgou uma foto do pedreiro Manoel Elenilson Santos Sousa, 34 anos, suspeito da chacina que deixou quatro mortos na noite do último sábado (3) na