QUEIMADA NOVA | Bandidos explodem Bradesco, mas não conseguem levar dinheiro
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 09/10/14

QUEIMADA NOVA | Bandidos explodem Bradesco, mas não conseguem levar dinheiro

Por volta de 2:30 horas da madrugada desta quinta-feira (09), homens armados explodiram um posto de atendimento do Banco do Bradesco na cidade de Queimada Nova do Piauí.

De acordo com a Polícia Militar, os elementos usaram bananas de dinamite que deixaram a agência quase toda destruída. Não se sabe ao certo quantos homens participaram da ação criminosa, no entanto, dois elementos teriam sido vistos por populares saindo correndo de dentro para fora da agência, e em seguida, entrando em rota de fuga em um veículo modelo Fiat Strada, de cor prata. Antes da fuga, os homens teriam efetuado cinco tiros e fugido rumo ao estado da Bahia, que faz fronteira com o Piauí através do município de Casa Nova.

A PM informou, ainda, que os bandidos não conseguiram levar dinheiro. Apesar da violência, a explosão não o suficiente para abrir o cofre, que ficou intacto. Os moradores da cidade de Queimada Nova acordaram assustados pelo forte barulho causado pela explosão.

 

Fonte: N Notícias

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍCIA

Família de testemunha de crime é alvo de tentativa de assassinato

Um família passou a ser perseguida por um grupo de criminosos que praticaram um homicídio em 2015, no Centro Social Urbano (CSU) do Parque Piauí, zona sul de Teresina. O

POLÍCIA

Dupla é presa com falso revólver antes de praticar assalto no Piauí

Uma guarnição da Polícia Militar prendeu na madrugada deste domingo (20), em Campo Maior, uma dupla suspeita de realizar assaltos com um simulacro de um revolver. O jovem identificado por

POLÍCIA

Corpo de taxista sequestrado em Petrolina é encontrado em município do Piauí; assassinos foram presos em Picos

O corpo de um taxista identificado como Ileno Alexandre da Silva, 53 anos, foi encontrado na tarde desta segunda-feira (04), com mãos e pés amarrados no bairro Santa Luzia, no