Amostragem: Wilson Martins lidera disputa ao Senado com 41,25%
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 10/09/14

Amostragem: Wilson Martins lidera disputa ao Senado com 41,25%

O ex-governador Wilson Martins (PSB) tem 41,25% da intenção de voto estimulada para o Senado, revela pesquisa do Instituto Piauiense de Opinião Pública (Amostragem) para o Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte. O candidato Elmano Férrer (PTB) tem 29,2%. Se a eleição fosse hoje Wilson venceria a disputa pela única cadeira piauiense que será renovada no Senado.

O candidato Geraldo Carvalho (PSTU) tem 2,2%. Gustavo Henrique (PSC) aparece com 2,11%. Professor Claudionor (PPL) registrou 1,06%. E o candidato Aldir Nunes (PCB) alcançou 0,88%. Os eleitores que não sabem em quem votar ou preferem não opinar somam 15,3%. E os que declaram que votariam em nulo ou branco são 8%.

EVOLUÇÃO – Em julho, Wilson liderava a disputa com 46% das intenções de voto; em agosto marcou 42,83% e em setembro 41,25%. O petebista Elmano Férrer tinha 17,12% em julho; passou para 21,28% em agosto e agora tem 29,2%.

O candidato Geraldo Carvalho registrou 2,55% em julho, foi para 2,81% em agosto e em setembro tem 2,2%. Gustavo Henrique tinha em julho 2,81%; registrou 2,37% em agosto e agora tem 2,11%. O candidato Professor Claudionou registrou 3,34% em julho; caiu para 1,93% em agosto e para 1,06% em setembro. Aldir Nunes alcançou 1,06% em julho; ficou com 0,53% em agosto e em setembro com 0,88%.

Os eleitores que não sabem ou preferiam não opinar em quem votar eram 16,71% em julho; 19,96% em agosto e agora são 15,3%. Os eleitores que votariam em branco ou nulo eram 9,41% em julho; 8,27 em agosto e agora são 8%.

A pesquisa foi realizada de 3 a 7 de setembro com 1.137 eleitores com 16 ou mais anos de idade residentes e com domicílio eleitoral em 47 municípios de todas as microrregiões do Estado. A pesquisa tem margem de erro de até 2,85% para mais ou para menos e nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TRE-PI, Protocolo Nº PI 00123/2014, no dia 03 de setembro de 2014. A pesquisa realizada de 16 a 19 de agosto também tem margem de erro de 2,85% e foi registrada no TRE-PI sob o protocolo 00087/2014. A pesquisa realizada de 17 a 20 de julho tem margem de erro de 2,85% e foi registrada no TRE-PI sob o protocolo 00073/2014.

REGIÕES – Foram pesquisados os seguintes municípios das regiões Baixo Parnaíba Piauiense (Madeiro, Miguel Alves, Piripiri, Esperantina); Litoral Piauiense (Parnaíba, Luís Correia, Piracuruca); Teresina (Teresina, José de Freitas, União); Campo Maior (Sigefredo Pacheco, Alto Longá, São Miguel do Tapuio, Pedro II); Médio Parnaíba Piauiense (São Pedro do Piauí, Regeneração, Arraial); Valença do Piauí (São Félix do Piauí, Lagoa do Sítio, Valença do Piauí); Alto Parnaíba Piauiense (Baixa Grande do Ribeiro); Bertolínia (Porto Alegre do Piauí, Landri Sales); Floriano (Nazaré do Piauí, Floriano, Flores do Piauí); Alto Médio Gurguéia (Gilbués, Bom Jesus); São Raimundo Nonato (Bonfim do Piauí, Anísio de Abreu, São Raimundo Nonato, Caracol); Chapadas do Extremo Sul Piauiense (Curimatá, Corrente); Picos (Ipiranga do Piauí, Oeiras, Picos, Wall Ferraz); Pio IX (Francisco Santos, Pio IX); Alto Médio Canindé (Curral Novo do Piauí, Lagoa do Barro do Piauí, Caridade do Piauí, Betânia do Piauí, Padre Marcos, São João do Piauí, Paulistana).

Na espontânea, Elmano tem 16,27% e Wilson 13,46%

O candidato Elmano Férrer lidera pesquisa de intenção de voto espontânea para o Senado com 16,27%. Wilson Martins tem 13,46%. Os eleitores que não sabem ou preferiram não opinar em quem votar de forma espontânea para o Senado somaram 61,13%. Nesse tipo de pesquisa não é exibido pelo entrevistador a lista com os nomes dos candidatos na disputa e o eleitor se manifesta de forma espontânea em quem vai votar para o Senado.

O candidato Gustavo Henrique tem 0,44% da intenção de voto espontânea do eleitorado do Piauí. Os candidatos Geraldo Carvalho e Professor Claudionor registraram, cada, 0,09%. O candidato Aldir Nunes não foi citado pelos entrevistados na pesquisa espontânea para o Senado.

Rejeição: eleitores que não opinam são 21,11%

A pesquisa estimulada do Instituto Amostragem revela que os eleitores que não sabem ou preferem não opinar sobre a rejeição dos candidatos a senador são 21,11%. Wilson Martins tem rejeição de 21,55%. O candidato Elmano Férrer é rejeitado por 13,37%.

O candidato Aldir Nunes tem a rejeição de 17,15%. 14,34% rejeitam o candidato Geraldo Carvalho. Professor Claudionor é rejeitado por 12,84%; Gustavo Henrique tem a meor rejeição com 12,58%.

Os que votariam nulo ou branco 5,1%. E os que não rejeitam nenhum candidato 14,25%.

O presidente do Instituto Amostragem, estatístico e professor universitário João Batista Teles, explica que a soma dos percentuais de rejeição aos candidatos ao governador no Piauí totaliza mais de 100% porque um eleitor pode rejeitar mais de um nome entre os que disputam o Senado.

EVOLUÇÃO – Em julho, Wilson tinha a rejeição de 21,99% do eleitorado; 20,14% em agosto e agora tem 21,55%. Elmano Férrer era rejeitado por 16,71% em julho; 13,63% em agosto e em setembro 13,37%.

Aldir Nunes tinha 16,18% de rejeição em julho; percentual que caiu em agosto para 15,04% e voltou a subir para 17,15% em setembro. O candidato Geraldo Carvalho tinha 16,09% de rejeição em julho; em agosto eram 13,37% e agora 14,34%.

Professor Claudionor registrou 12,23% de rejeição em julho; ficou com 10,11% em agosto e agora tem 12,84%. Gustavo Henrique era rejeitado por 13,9% do eleitorado em julho; passando para 14,6% em agosto e agora 12,58%.

Os eleitores que não sabiam ou não queriam opinar sobre rejeição eram 15,3% em julho; 21,2% em agosto e em setembro são 21,11%. Os que votariam em branco ou nulo eram 4,22% em julho; 4,13% no mês seguinte e 5,1% em setembro. Os eleitores que não rejeitavam ninguém em julho eram 13,19%; em agosto eram 13,37% e agora são 14,25%.

Wilson lidera em 12 regiões e Elmano em 3

Wilson Martins lidera intenção de voto estimulada em 12 regiões pesquisadas pelo Instituto Amostragem e Elmano Férrer em três, incluindo Teresina onde o candidato tem 47,48% da intenção de voto estimulada e Wilson tem 28,30%. A região de Valença do Piauí é onde o ex-governador consegue seu maior percentual de intenção de voto: 56,82%. Elmano tem 20,45%.

No Baixo Parnaíba Piauiense, Wilson tem 56,45% e Elmano 19,35%. No Litoral Piauiense, Wilson lidera com 43,40% e Elmano tem 21,70%. Na região de Campo Maior, o candidato do PSB tem 49,45% e Elmano 25,27%. No Médio Parnaíba Piauiense, Wilson também lidera com 38,89% enquanto Elmano tem 11,11%. No Alto Parnaíba Piauiense, Wilson tem 47,06% e Elmano apenas 5,88%. Em Bertolínia, Wilson alcança 55,56% e Elmano 22,22%.

Wilson também lidera no Alto Médio Gurguéia com 56,25% e Elmano registra 21,88%. Nas Chapadas Extremo Sul, Wilson aparece com 32,26% e o candidato do PTB 25,81%. Na região de Picos, Wilson tem 54,05% e Elmano 20,27%. Em Pio IX a vantagem de Wilson é de 47,83% enquanto Elmano tem apenas 4,35%. No Alto Médio Canindé Wilson tem 43,93% e Elmano 21,50%.

O candidato Elmano Férrer supera Wilson na região de Floriano ontem tem 43,48% da intenção de voto contra 26,09% do candidato do PSB. Em São Raimundo Nonato, Elmano está a frente com 32,69% e Wilson tem 30,77%.

Fonte: Meio Norte

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA 0 Comments

Piauiense Henrique Pires é nomeado novo presidente da Funasa

Mais uma vez, o piauiense Antônio Henrique de Carvalho Pires assumiu a presidência da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), órgão vinculado ao Ministério da Saúde. A nomeação do engenheiro civil-

POLÍTICA 0 Comments

MP investiga prefeituras que estão com rombo no fundo previdenciário

Para reduzir custos algumas prefeituras optaram pelo regime próprio de previdência, porém faltou planejamento e o projeto não seguiu adiante na maioria das cidades. No Piauí, 59 municípios têm a

POLÍTICA 0 Comments

Filho do ex-deputado Humberto Reis deixa disputa e lança filha pré-candidata a vereadora de Teresina

“Saio da disputa, mas não deixo a política”. A afirmação partiu do vereador de Teresina, Luiz Humberto Silveira, o Sebim (PSDB), para anunciar que não vai tentar a reeleição. As