“Eu só saio do DEM se o Átila for presidente”, diz Robert Rios
Publicado por: | Data: 11/07/19

“Eu só saio do DEM se o Átila for presidente”, diz Robert Rios

O ex-deputado Robert Rios (DEM) falou, durante entrevista ao Viagora, sobre o convite que recebeu para se filiar ao partido MDB e sobre uma possível composição de chapa com Dr. Pessoa para disputar a Prefeitura de Teresina em 2020.

Robert teceu elogios a Dr. Pessoa e disse que se sentiria honrado em estar ao lado dele. “Eu não vejo problema algum em uma chapa com o Dr. Pessoa. Para mim, seria uma honra, um orgulho. Ele é ficha limpa, não teria nenhum problema estar na chapa com ele, ele é um grande homem”, disse.

Sobre o convite para integrar o MDB, o ex-parlamentar afirmou que tudo é possível. “Fui convidado. O presidente Themístocles Filho esteve aqui na minha casa com vereador Jeová Alencar e vamos ver”, informou.

Apesar de receber convites de outras siglas e já ter afirmando estar desconfortável no partido atual, Robert Rios afirmou que pretente continuar no DEM. “Eu continuo no DEM. Eu só saio do DEM se o Atíla Lira for presidente, pois se ele vir, ele vem como liderança e eu tenho medo dele vir e fazer qualquer tipo de acordo com o governo”, afirmou.

Fonte: Vi Agora

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Regina Sousa afirma: “PT não tem plano B. Lula é candidato”

A senadora Regina Sousa (PT) destacou que o ex-presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, será o candidato do partido nas eleições deste ano para o cargo de presidente

POLÍTICA

Com 53% das intenções de voto, Lula ganha em todos cenários para 2018

Nova rodada de pesquisa de intenção de votos do Instituto Vox Populi, realizada entre os dias 29 e 31 de julho, encomendada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), mostra que

POLÍTICA

STF deve concluir julgamento do foro privilegiado nesta quinta (03)

Nesta quinta-feira (3), o Supremo Tribunal Federal (STF) deve concluir o julgamento que deve restringir o foro privilegiado de deputados e senadores aos crimes cometidos no exercício do mandato e