Governadores assinam criação do Consórcio do Nordeste em reunião no Maranhão
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 14/03/19

Governadores assinam criação do Consórcio do Nordeste em reunião no Maranhão

Começou , às 11h dessa quinta-feira (14/03), a edição de São Luís do Fórum de Governadores do Nordeste. A reunião é no Palácio dos Leões, em São Luís, onde Flávio Dino recebeu sete governadores e um vice-governador da região. Neste encontro, será assinado o protocolo para criar o Consórcio Nordeste. É uma parceria institucional entre os Estados para melhorar a gestão e economizar recursos públicos, entre outras vantagens. Antes dessa assinatura, os governadores fizeram uma reunião fechada durante toda a manhã.

O governador Wellington Dias se encontra em São Luís (MA) para participar do fórum. De acordo com o governador, esse é um momento histórico para o Nordeste e para o Brasil. “Estamos aqui sob a liderança do nosso governador Flávio Dino, temos a oportunidade de inovar colocando uma alternativa especial para o Nordeste com a implantação do Consórcio Nordeste, é uma ideia que vem sendo trabalhada com muitas cabeças já há bastante tempo e se torna realidade aqui em São Luís do Maranhão e vai permitir essa integração, essa capacidade de respostas em áreas essenciais como segurança, saúde, educação, infraestrutura”, declarou.

“Nós vamos trabalhar a região como um potencial muito grande dentro do Brasil, nós temos um Produto Interno Bruto que é maior do que pelo menos 150 países, temos uma população com capacidade de consumo e uma condição de seguir em crescimento, seja no turismo, na produção, na mineração, ou em muitas áreas, além disso vamos tratar de temas importantes para o Brasil. O Piauí está aqui para somar com os outros governadores buscando caminhos para o Nordeste e para o Brasil”, disse.

Logo em seguida, vem a parte específica sobre o Consórcio Nordeste. É aí que o protocolo será assinado. Esta reunião será aberta. Após a assinatura do protocolo pelos nove governadores, cada Estado terá que aprovar a criação do consórcio. A partir daí, ele passará a funcionar e permitir diversas vantagens para os Estados. Por exemplo, poderão ser feitas compras conjuntas, para reduzir o preço dos produtos ou serviços. Quanto maior o número de itens adquiridos ou serviços contratados, maior é o poder de negociação dos Estados para reduzir custos.

Crédito: Jorge Bastos

Crédito: Jorge Bastos

Crédito: Jorge Bastos

Crédito: Jorge Bastos

Crédito: Jorge Bastos

Crédito: Jorge Bastos

Fonte: Meio Norte/ Efrém Ribeiro


ACOMPANHE O PORTAL NAS REDES SOCIAIS:
@cidadesnanet
Facebook.com/cidadesnanetoficial

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

TRE-PI faz reunião com 20 juízes e 44 prefeitos sobre recadastramento biométrico

Nesta sexta-feira (23/06), a partir das 8h, o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE/PI) vai realizar uma reunião coordenada pelo presidente, desembargador Joaquim Santana, com 20 juízes e 44 prefeitos

POLÍTICA

27 governadores se reúnem em preparação para poder retomar o crescimento em 2016

Os 27 governadores irão se encontrar no dia 28 de dezembro para uma reunião preparatória de um encontro de economistas, e com a equipe econômica do Governo Federal com o

POLÍTICA

PEC da Maioridade Penal pode ser concluída esta semana

A polêmica redução da maioridade penal pode ter mais um capítulo concluído hoje (18). Deputados esperam votar, em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171 que reduz