Luciano Nunes recusa convite do PSC e diz que ficará no PSDB
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 29/12/18

Luciano Nunes recusa convite do PSC e diz que ficará no PSDB

O deputado estadual Luciano Nunes descartou a possibilidade de deixar o PSDB para se filiar a outro partido, como chegou a ser comentado nos corredores da política piauiense. Ao GP1 nesta sexta-feira (28), o parlamentar disse que sua meta é reestruturar o partido tucano visando as próximas eleições, sobretudo, a de 2020, na disputa pela Prefeitura de Teresina.

Nesta quinta-feira (27), durante confraternização de líderes da oposição, organizada pelo advogado Valter Alencar, o tucano foi convidado pelo jurista para ingressar no Partido Social Cristão (PSC), mas, recusou.

“Não [vai aceitar se filiar ao PSC]. Nós continuaremos no PSDB. Sou presidente do partido no Estado e nosso objetivo é fortalecer o PSDB”, avisou Nunes.

Luciano falou ainda da intenção de formar uma frente de oposição para contrapor o Governo Wellington Dias (PT-PI). “A ideia principal é fazer uma frente de oposição no Piauí. Uma oposição ao Governo por tudo que foi colocado na campanha. Nós vamos traçar estratégias e buscar ações de uma oposição ao longo desse mandato”, contou o tucano.

 

 

Fonte: GP1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Governadores largam na frente nas eleições em 7 estados, Piauí é um deles

Levantamento feito pelo site Congresso em Foco, a partir dos resultados das pesquisas de intenções de voto para os Governos dos Estados divulgadas pelo Ibope e DataFolha, apontam que em

POLÍTICA

Frank Aguiar diz respeitar posição de grupo ligado a Gessivaldo

O cantor Frank Aguiar, candidato ao Senado pelo PRB, diz respeitar as posições contrárias dentro do partido, que ainda insistem em apoiar à reeleição do governador Wellington Dias (PT). Frank

POLÍTICA

Nerinho rebate Paes Landim e reforça interesse de deixar o PTB

O PTB do Piauí vive um momento bastante delicado. Além de ter saído praticamente esvaziado das duas últimas eleições, os líderes que ainda permanecem no partido estão em total desacordo.