Pesquisa eleitoral sem autorização do TSE pode gerar multa
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 12/01/18

Pesquisa eleitoral sem autorização do TSE pode gerar multa

As pesquisas de opinião pública relativas às Eleições 2018, já estão autorizadas desde o dia 01 de janeiro. Porém, antes de sua divulgação, as pesquisas devem ser registradas junto ao TSE, se envolver virtuais candidatos a Presidente, e nos Tribunais Regionais Eleitorais, caso se refira a virtuais candidaturas estaduais.

O não cumprimento do registro pode gerar multa de mais de R$ 300 mil. Dessa forma, o registro de pesquisa precisa ser obrigatoriamente realizado via internet por meio do sistema PesqEle. A empresa ou a entidade interessada deve fazer o cadastro para a utilização do sistema e a manutenção de dados atualizados na Justiça Eleitoral.

  • Foto: ReproduçãoUrna EletrônicaUrna Eletrônica

Como também, o registro pode ser realizado a qualquer tempo, independentemente do horário de funcionamento da Justiça Eleitoral. A divulgação de pesquisa sem o registro anterior das informações pode ocasionar multa no valor de cinquenta mil a cem mil UFIRs, que corresponde entre R$ 164,6 mil e R$ 329,3 mil.

Fonte: Vi Agora | Foto: reprodução

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA 0 Comments

Governo do PI terá que explicar como vai gastar dinheiro de empréstimo

Os deputados que fazem oposição ao governo na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) querem explicações detalhadas de como serão gastos os mais de 320 milhões de dólares que foram contraídos

POLÍTICA

Mil reais de carne por dia, mais de 1 milhão em avião no mês, centenas de fantasmas; Robert Rios garante: é você quem paga a conta!

Os gastos do Governo do Estado nunca foram completamente transparentes na gestão de Wellington Dias, do PT. Nesta quinta-feira, deputados estaduais de oposição foram buscar informações sobre eles nos órgãos

Legislativo em Foco 0 Comments

JAICÓS | Vereador diz que lombadas estão fora do padrão e pede reforma ou retirada

O vereador Flávio José de Macedo Silveira, do PT, afirmou na Câmara Municipal de Jaicós, na sessão ordinária desta segunda-feira, 23, que os quebra-molas construídos pela Prefeitura Municipal estão fora