Presidente do STJ nega 143 habeas corpus a favor de Lula
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 11/07/18

Presidente do STJ nega 143 habeas corpus a favor de Lula

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Laurita Vaz, negou 143 habeas corpus “padronizados” apresentados a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), após o episódio no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

No último domingo, o presidente do TRF-4 cassou um habeas corpus concedido a Lula pelo desembargador Rogério Favreto. A decisão ocorreu depois de mais de 10 horas de impasse, marcadas por conflitos entre o juiz Sergio Moro, Favreto e o desembargador relator da Lava Jato no TRF-4, João Pedro Gebran Neto.

“O Poder Judiciário não pode ser utilizado como balcão de reivindicações ou manifestações de natureza política ou ideológico-partidárias. Não é essa sua missão constitucional”, afirma a presidente da Suprema Corte sobre os pedidos de liberdade que chegaram padronizados ao STJ com o subtítulo ‘Ato Popular 9 de julho de 2018 – Em defesa das garantias constitucionais’.

Na decisão, Laurita afirma que qualquer cidadão tem direito de pedir aos poderes públicos “defesa de direitos ou contra ilegalidade ou abuso de poder”, contudo, “não é a consagrada ação” de habeas corpus a via para “manejar atos populares”.

“Essa petição padronizada de habeas corpus foi entregue no protocolo do Superior Tribunal de Justiça, durante o apertado período de plantão da Presidência, com outras 142, em meio físico, ocupando vários servidores e movimentando diversos órgãos do tribunal, sobrecarregando a rotina de trabalho, já suficientemente pesada”, assinala a presidente do STJ. Na decisão, Laurita ainda destaca que a determinação de cumprimento provisório da pena de Lula já foi discutida pelo STJ e pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Ontem, a ministra deu uma resposta a confusão jurídica instaurada dentro do TRF-4 e decidiu que Favreto, que concedeu um pedido de liberdade a Lula, não é competente para julgar o caso do ex-presidente, e não poderia ter concedido um habeas corpus ao petista.

No despacho, Laurita critica o imbróglio jurídico gerado pela atuação de Favreto durante o plantão, chamando a situação de “tumulto processual sem precedentes na história do direito brasileiro”.

Fonte: GP1

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Rubem Martins alerta para onda de assaltos no interior do Piauí

O deputado Rubem Martins (PSB) comunicou ao plenário na sessão de hoje (26) que vem crescendo a onda de assaltos nas cidades do interior, sendo necessária a atenção da Polícia

POLÍTICA

Deputado diz que conversas entre PMDB e governo estão aprofundadas

O PMDB caminha a passos largos para compor o governo Wellington Dias (PT). As conversas, consideradas bem adiantadas por alguns peemedebistas, não param. O deputado estadual Severo Eulálio, por exemplo,

POLÍTICA

Piauí é o único que aumentou número de candidatos para prefeito pelo PT

Levantamento preliminar feito pela Direção Nacional do PT mostra que a legenda terá 1.135 candidatos a prefeito nas eleições de outubro. O número representa uma redução de 35,5% em relação

POLÍTICA

Antecipar as eleições presidenciais é golpe, diz Temer

O vice-presidente Michel Temer, disse nesta terça-feira (26) que tentar antecipar as eleições presidenciais é uma tentativa de “golpe” já que não está previsto na Constituição Federal.  As informações são

POLÍTICA

Wilson Martins exonera oito pessoas da administração estadual do Piauí

Oito pessoas que ocupavam cargos no governo do estado entregaram suas cadeiras nessa segunda-feira (31). Algumas exonerações foram publicadas no Diário Oficial do Piauí de ontem e outras devem sair

POLÍTICA

Fábio Sérvio confirma visita de Jair Bolsonaro ao Piauí

Em entrevista ao GP1, na tarde desta quarta-feira (20), o pré-candidato ao Governo do Piauí pelo PSL, Fábio Sérvio, confirmou que o presidenciável Jair Bolsonaro vem ao estado entre o