Wellington Dias (PT) atende pedidos do PMDB e consolida aliança entre partidos
Publicado por: | Data: 28/03/17
Comments 0

Wellington Dias (PT) atende pedidos do PMDB e consolida aliança entre partidos

Após as reclamações dos peemedebistas com relação à autonomia das coordenadorias que irão assumir, o Governador Wellington Dias (PT) decidiu acatar os pedidos dos novos gestores durante uma reunião ocorrida ontem (27). Com as sugestões atendidas, a aliança entre os dois partidos volta a se firmar.

Entre as solicitações do PMDB estão a definição das atribuições das pastas, a desocupação de cargos nas secretarias, como o DER e a SASC, a estrutura física para o funcionamento dos órgãos e o orçamento. “Agora vamos trabalhar. Os problemas eram pontuais e não tinham porque não serem resolvidos. O Governador buscou a solução de tudo”, declarou João Mádison.

O deputado disse ainda que o maior problema era a questão do estatuto da Fundação Hospitalar, que será administrada por Pablo Santos. “O Governador acatou tudo aquilo que o Pablo pediu. Nós não temos mais do que reclamar e agora é buscar o melhor para saúde, como também no PCPR. Não temos mais o que discutir”, disse o líder do partido na Assembleia.

Pablo Santos garantiu que manterá a relação com a Secretaria de Saúde (Sesapi), mesmo tendo autonomia com a Fundação. “A Fundação pode captar recursos diretamente do Ministério da Saúde, independente de convênio com a Sesapi. Será uma relação das melhores possível. Ninguém vai criar problema”, declarou.

Com relação ao Programa de Combate à Pobreza Rural (PCPR), João Mádison afirmou que não haverá mais conflitos com a Secretária de Desenvolvimento Rural, a qual é ligado, porque a pasta é independente. “Não tem porque não fazer um trabalho conjunto. Não vai ter problemas em estarmos dialogando com o Limma para buscar o melhor”, pontuou.

As conversações com o governo quanto ao orçamento das pastas também está avançada. Segundo João Mádison, o Secretário de Administração deverá dar o posicionamento até a próxima segunda-feira (03). “Estamos abrindo os CNPJs de todas as coordenadorias para discutir o orçamento de cada uma”, destacou o deputado.

Fonte: Portal Odia

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Merlong responde críticas da oposição ao governo de Wellington e culpa crise

O secretário de Governo, Merlong Solano (PT), reagiu às críticas da oposição sobre 2015 ter sido um ano perdido para o Piauí. Segundo ele, as críticas são políticas e as

POLÍTICA 0 Comments

Elmano confirma convite de Ciro e deve deixar presidência PTB

O senador Elmano Férrer, presidente do PTB em Teresina, negou que tenha interesse em sair do partido neste momento, mesmo admitindo os frequentes convites do senador Ciro Nogueira para que

POLÍTICA

‘Fala de Eduardo Bolsonaro é golpista’, diz Celso de Mello

O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), classificou a afirmação do deputado federal eleito Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), de que bastam um soldado e um cabo para fechar a Corte, de