Wellington Dias teme colapso e tenta impedir leilão da Cepisa
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 26/07/16
Comments 0

Wellington Dias teme colapso e tenta impedir leilão da Cepisa

O governador Wellington Dias (PT) vai tentar a última cartada nesta terça-feira (26), em Brasília, para evitar que a concessão da Cepisa não seja renovada pela Eletrobras. Na última sexta-feira, acionistas da empresa decidiram em assembleia que a distribuidora deve ser leiloada até 31 de dezembro de 2017 e, até lá, o governo federal é quem ficará responsável pelos investimentos.

 Wellington Dias, que se reuniu nesta segunda-feira com a direção da Eletrobras Piauí, disse que ligou para o presidente interino Michel Temer (PMDB) solicitando uma audiência para tratar do assunto e que o peemedebista autorizou que o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho, o receba nesta terça-feira.

“Tratei ao telefone com o Michel Temer sobre o tema. Nesse instante tenho uma preocupação: a necessidade de ter uma solução nesta terça, que é quando encerra a prorrogação feita pela presidenta Dilma. Como não houve a renovação da concessão eu agora preciso defender isso, além de uma definição sobre a gestão para que a gente não tenha um colapso em um setor essencial que é o setor elétrico. Há a necessidade de prosseguir com a gestão e  com os investimentos que estão em curso”, defendeu o governador.

Disposto a “brigar” pela Cepisa, o governador disse que viaja a Brasília para defender o interesse do Piauí e que vai colocar na mesa o entendimento. “Estarei defendendo os interesses do Estado, que não abre mão. Vamos colocar na mesa do entendimento. o governado federal abriu essa agenda e que, através do diálogo, possamos chegar a uma solução e evitar problemas no fornecimento de energia no Piau”, declarou.

Wellington Dias teme que haja demissões e que a situação só piore com a não renovação da concessão, prevista inicialmente para mais 30 anos. “Eu temo que haja um processo brusco que resulte em demissão e tenha mais prejuízos do que temos hoje. Estarei nessa agenda defendendo os interesses do povo”, afirmou.

O governador deixou claro que foi surpreendido com a decisão de sexta-feira, mesmo a Eletrobras Piauí cumprindo as metas previstas para 2016. “Pelos dados que eu tenho da empresa, por isso fiz uma agenda no dia de hoje com a direção da Eletrobras Piauí, ela alcançou as metas que foram estabelecidas pela Agência Nacional do Setor Elétrico e, por isso, teria o direito à renovação da concessão”, explica.

Segundo Wellington Dias, o certo seria a renovação da concessão e, a partir daí, prosseguir com o saneamento da empresa. “O Piauí inteiro sabe que minha posição é de defender a renovação da concessão para que se tenha a condição da continuidade da gestão. De outro lado prosseguir o saneamento da empresa e, a partir daí, ter uma tomada de decisão. Repito que a empresa é federal, mas na condição de governador eu me preocupei”, desabafa, ressaltando que foi surpreendido com a decisão dos acionistas da Eletrobras.

“A Eletrobras é uma empresa federal desde 1997. Eu não era governador. Na última sexta-feira eu fui surpreendido com o resultado da assembleia que  tinha como objetivo a renovação da concessão. A expectativa era uma renovação por mais 30 anos e confesso que fui surpreendido com o resultado”, concluiu.

Entenda o caso
Na última sexta-feira (22), a 165ª Assembleia Geral Extraordinária de acionistas da Eletrobras aprovou a transferência do controle acionário da Eletrobras Piauí (Cepisa) até 31 de dezembro de 2017. Além do Piauí, serão leiloadas as distribuidoras do Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima e Alagoas. Os acionistas decidiram que até a transferência para o novo controlador, a distribuidora deve receber diretamente da União Federal ou através de tarifa, todos os recursos e remuneração necessários para operar, manter e fazer investimentos que forem relacionados aos serviços públicos.

A assembleia aprovou, por maioria, que sejam devolvidas, a qualquer tempo, a concessão da Cepisa ao Estado caso não haja a transferência de controle acionário até 31 de dezembro de 2017 ou a respectiva distribuidora deixar de receber diretamente, da União Federal ou através de tarifa, até a sua transferência para o novo controlador, todos os recursos e remuneração necessários para operar, manter e fazer investimentos que forem relacionados aos serviços públicos.

Fonte: Cidadeverde.com

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Deputado Evaldo Gomes diz que Wellington Dias não precisa dele

O deputado estadual Evaldo Gomes (PTC) voltou a dizer que não pretende deixar a oposição para voltar a fazer parte da ampla base de apoio do governador Wellington Dias (PT)

POLÍTICA

“Ganha o Nordeste e ganha o Piauí”, diz Wellington Dias após encontro

Wellington Dias esteve reunido, nesta quarta-feira (21), com os governadores do Nordeste durante encontro do Consórcio Nordeste, que aconteceu no Blue Tree Towers Hotel (Rio Poty), no bairro Ilhotas, em

POLÍTICA

Após TRE marcar nova eleição, prefeito retorna ao cargo

Em nova reviravolta o prefeito Walfredo Filho conseguiu no Tribunal Superior Eleitoral suspender, por meio de duas ações cautelares a decisão que o mantinha afastado do cargo de prefeito do