Dois Requerimentos são aprovados e LDO 2018 é apresentada em sessão da Câmara de Patos
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 09/05/17

Dois Requerimentos são aprovados e LDO 2018 é apresentada em sessão da Câmara de Patos

A Câmara Municipal de Patos do Piauí realizou neste sábado, 06, mais uma sessão ordinária. Os trabalhos foram presididos pelo vereador Adalberto Lopes (PP), presidente da mesa diretora da Casa.

Na sessão  o plenário aprovou dois Requerimentos, de autoria do vereador Wilson Vieira. No primeiro, o parlamentar solicitou ao Poder Executivo Municipal que realize a recuperação do calçamento da zona urbana do município.

Segundo o autor, a indicação é justa, pois, existem trechos do calçamento bastante danificados, evitando assim acidentes como também prejuízos ao moradores  e usuários das Ruas.

No outro Requerimento, o vereador solicitou  ao Poder Executivo, que disponibilize funcionário e reative o posto de atendimento  da ADAPI no município de Patos.

Wilson justificou a indicação. “A falta do posto de atendimento dificulta atividades sanitárias, emissão  do GTA, dificultando ainda a comercialização dos animais por parte do criadores”, disse.

Na mesma sessão foi apresentando o Projeto de Lei, que dispõe a elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias- LDO do município de Patos para o exercício  de 2018.

No segundo expediente, os vereadores ocuparam a tribuna na Casa. O primeiro a se pronunciar foi vereador Francisco Oséias (PSB), que após agradecer a Deus por mais um dia de trabalho relatou sobre o lixo que fica nas Ruas do povoado Cajueiro após a feira. “Estive observando,  e no dia seguinte a feira que acontece no domingo, e nos locais onde são colocadas as bancas de verduras fica um grande acúmulo de lixo, principalmente sacolas plásticas,  e  com o vento o lixo se espalha causando transtornos à população. Vou pessoalmente conversar o prefeito, para que uma pessoa passe recolhendo o lixo no final da feira,  acredito o mesmo buscará resolver o problema”, disse o parlamentar que encerrou destacando que conversou com o prefeito e o mesmo confirmou que no máximo em duas semanas estará iniciando  as reformas das estradas  do município.

O vereador José Hélio (PDT), líder do prefeito na Câmara, agradeceu e parabenizou as pessoas que mais uma vez estavam presentes na Casa para ouvir os vereadores.  Helinho informou que as lâmpadas para reforçar a iluminação do  povoado Cajueiro, que foi cobrado recentemente na Casa chegaram, e a partir da semana seguinte serão trocadas.

Em outro momento, Helinho se desculpou com o vereador Wilson em relação ao discurso na sessão anterior. o parlamentar ainda  esclareceu sobre a cobrança de animais soltos feito em sessões anteriores. “O município  está fazendo o código de conduto, já até vi o rascunho, mais  não se faz do dia para noite, é por isso que está tendo essa demora, é preciso que o município  se adeque ao Código de Conduta para poder não tomar as providências cabíveis, declarou o parlamentar que encerrou parabenizando as mães pelo seu dia, a ser comemorado no próximo domingo, 14.

A primeira a se pronunciar como vereadora da oposição, foi a parlamentar, Maria Luzitânia Dias dos Reis (SD). Taninha, como é popularmente conhecida, iniciou seu discurso cumprimentando a todos. A mesma fez  críticas ao discurso do vereador líder da situação.  “No discurso do líder da situação na sessão passada, quando se referiu ao nome do senhor Aluízio,  ele disse que era uma pessoa da qual tinha respeito,  eu já não sei mais o que é respeito, porque até de ditador ele era chamado pelo nobre vereador, e  em relação à Secretária de Saúde eu não mandei recado,  fiz um desabafo,  até porque nós temos imprensa, atas e mais pessoas gravando, eu não preciso mandar recado pelo vereador, e quanto a sua sugestão da minha pessoa e até a casa dela, jamais farei isso. Enquanto tiver a tribuna e eu for parlamentar  nessa Casa farei meus discursos e meus desabafos e ninguém me calará, disse a vereadora que ainda pediu a relação das 12 pessoas que iam no ônibus escolar fazer a hemodiálise em Picos.

Em outro momento a vereadora ainda rebateu sobre o discurso de Helinho em relação a não realização da festa do aniversário da cidade. Onde ela afirmou que em outras gestões, o município fazia a festa sem precisar de emenda parlamentar.  A vereadora ainda reivindicou melhorias na área esportiva. “Alguns jovens pediram para reivindicar aqui bolas para o futsal, e uma melhor iluminação na quadra, que  está sem lâmpadas”, disse Taninha que encerrou comentando sobre o município ter ultrapassado a folha de pagamento.  “Eu vi na imprensa que Patos ultrapassou   o limite de gastos com pessoal, e  escutei o senhor Tinei dizer  aqui na audiência pública que é por conta do reajuste do salário mínimo que acrescentou nos gastos, mais   não é por isso, eu acessei o Diário Oficial dos Municípios, e Patos  tem um grande número de contratos e de cargos comissionados, então não é por conta dos concursados”, concluiu.

 

O vereador José Wilson Vieira da Silva (PTB), líder da bancada oposicionista na Câmara, iniciou  agradecendo  a Deus por mais um dia de trabalho, ressaltando o desejo de que o momento de crise em  que  vive o País  passe, e aceitou o pedido de desculpa do vereador Helinho. Wilson também repercutiu sobre o ultrapasse de gastos com pessoal no município. “No dia 4, saiu uma alista com  80 municípios, dentre estes Patos, que foram notificados  por ultrapassarem o limite de 54% com pessoal, em outra lista em que também nosso município também constava, em audiência pública o controlador veio justificar do  porque  município havia saindo na lista, agora  deixo em  aberto para os colegas trazer a resposta o porque aconteceu isso novamente”, cobrou o vereador.

Em outro momento, o vereador comentou sobre um encontro realizado em Paulistana no último dia 26 de abril para discutir melhorias na segurança pública e lamentou a ausência de representes do município. “Acho que todos tiveram acesso ao convite do Encontro dos Territórios do Vale do Itaim, realizado em Paulistana, pela Secretaria de Segurança Pública do Estado, para discutir o plano de segurança e diagnosticar os problemas que temos nossos municípios,  e não tinha um representante do Poder Executivo, e nem da polícia de nosso município”, disse o parlamentar que ainda lamentou o   fato de estarem presentes vários delegados regionais e nem um  representante do comando  da Companhia  da Polícia  Militar de Jaicós.

O vereador voltou a repercutir sobre o aniversário do município, comemorado no dia 29 de abril, onde  o mesmo parabenizou o município pela passagem da data e lamentou o evento não ter sido festejado, e que por conta disso, a cidade  chega a ser vítima de piadas.  Ele ainda disse que acredita que esse ano ainda será realizado uma festa e questionou, o porque não ter realizado no dia 29 de Abril. Wilson encerrou parabenizando, antecipadamente, todas as mães pelo seu dia, em espacial, a sua  mãe, esposa e todas as mães patoenses.

O vereador Marlon Costa Oliveira (PRTB) agradeceu  Deus por  mais dia de trabalho, falou sobre a conclusão do calçamento do povoado Cajueiro, obra adquirida pelo mesmo, por meio de emenda parlamentar. “Foi concluída, a pavimentação do povoado Cajueiro, onde foi colocado 5. 563 metros de calçamento, relizado no prazo de 80 dias, importante  obra que eu consegui com deputado estadual Fernando Monteiro que trouxe grandes benefícios para o povo”, disse .

O vereador oposicionista também lamentou o município não ter feito a festa em comemoração ao aniversário da cidade. “Infelizmente não teve festa aqui,  e fui um dos que estavam em Jacobina, e  queria parabenizar o prefeito GD pelo evento  e a organização,  a festa foi muito bonita e  espero que possamos ter essas festas  para os que gostam se divertir,  em nosso município”, disse o parlamentar que encerrou relatando sobre as lâmpadas do povoado Cajueiro, segundo ele, ia fazer a cobrança, porque as ruas estão escuras, mais como o vereador Helinho informou que  já está sendo providenciado, o mesmo disse que espera que seja logo resolvido o problema.  Ele ainda parabenizou todas mães pelo seu dia agradeceu por ter a sua mãe.

Luiz Evaristo, do SD, iniciou cumprimentando aos presentes e justificou sua  ausência nas sessões.  “No dia 8, estava em Teresina, onde  aconteceu o encontro do partido e tive que me ausentar,  más,  em busca de melhorias para este município, tivemos um encontro com assessores de parlamentares da Secretaria de Meio Ambiente, equipe vinda de  Brasília, é  conversando de perto que podemos conseguir melhorias para Patos, não sei  como está o andamento do cadastro do município junto ao Programa Semiárido, sou adversário mais, não para atrapalhar no que  possa beneficiar o povo de Patos. Fui um  dos coordenadores  escolhido no evento, e receberei em breve a lista de  mais 60% das prefeituras cadastradas, se o município  ainda não estiver, o Poder Executivo deve  providenciar, pois entra um recurso muito bom”, disse Luizinho que justiçou a  ausência na sessão do 22, devido a formatura de dois  patoenses  em engenharia de produção, na cidade de Sumé na Paraíba, onde o parlamentar destacou ter sido honra presenciar a formatura dos conterrâneos  em outro estado.

O vereador ainda parabenizou cidade de Jacobina pela festa promovida, quando também  lamentou em Patos não ter realizado o evento.  “O município alega não ter feito o aniversário por falta de recursos,  eu acredito que era para ter existido mais um esforço para realização da  festa do aniversário da cidade, porque traz diversão, e  traz principalmente  renda para o município”, disse, Luizinho, que encerrou cobrando providências para que seja retirado os postos de madeira e as gambiarras do povoado Cajueiro. “Infelizmente há mais de 4 anos que venho falando nesse assunto, desde quando o prefeito era Silvio, e continua as gambiarras no Cajueiro, as pessoas querem fazer uma ligação de energia e a Eletrobras não quer mais ligar porque não tem poste cimento, dificultando a situação dos moradores, então espero que isso seja levado a conhecimento do prefeito e que ele consiga um meio com a empresa para que coloquem os postos  pelo menos nas principais ruas do povoado”, concluiu.

O vereador Adalberto José Lopes (PP), presidente da mesa diretora da Casa, foi o último a se pronunciar. O vereador iniciou manifestando sua insatisfação durante discursos na Casa.  “Ouvi aqui atentamente o discurso de cada vereador, e saio triste hoje. Quero pedir aos nobres colegas que essas coisas pessoais, que não  diz  respeita a coisa pública, não seja trazido para a Casa Legislativa, aqui é a Casa do povo e eles  não querem  ouvir sobre a vida pessoal do parlamentar, e sim  sobre  projetos, e   melhorias para nossa cidade,  então eu peço  a todos  que vamos deixar a vida pessoal para fora da Casa”, disse o vereador, que concluiu  enfatizando  que sente  saudade  de legislaturas passadas onde dentre os  nove vereadores ninguém sabia distinguir  o que era oposição  ou situação.

 Veja fotos da sessão:

 

 

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Wilson Martins é reeleito presidente estadual do PSB

Durante a realização do 13º Congresso Estadual do PSB, na manhã desta terça-feira (17), na sede do partido em Teresina, o atual presidente estadual do Partido Socialista Brasileiro e pré-candidato

Caldeirão Grande do Piauí

Prefeitura de Caldeirão Grande do Piauí realiza prestação de contas em audiência pública

A Prefeitura Municipal de Caldeirão do Piauí, realizou na tarde desta sexta-feira (07),  as prestação de contas da gestão. A audiência pública aconteceu na Câmara Municipal e contou com a

NOTÍCIA DESTAQUE

Programa estima que 1.900 médicos cubanos ficaram no Brasil

A discussão sobre a situação dos cubanos após o fim da participação de Cuba no Mais Médicos não se restringe apenas aos pedidos de refúgio e se estende a outras