Servidor público que não regularizou o título de eleitor não receberá salário, diz TRE
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 14/05/18

Servidor público que não regularizou o título de eleitor não receberá salário, diz TRE

Terminou no dia 9 de maio o prazo para os eleitores regularizarem seu cadastramento junto à Justiça Eleitoral. O prazo não foi prorrogado e, segundo o desembargador Paes Landim, só a partir de novembro o eleitor poderá regularizar o título. Para aqueles que não atualizaram os dados, as sanções são as mais diversas, como lembrou o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), ao OitoMeia.

“Se for estudante e fizer vestibular não poderá fazer a matrícula. Não poderá tirar passaporte. Se for servidor público não poderá receber salário – acho essa até uma sanção dura. E uma outra é que quem estiver irregular não poderá fazer empréstimo consignado. Em uma economia forçada como estamos essa é até uma boa sanção”, destacou Paes Landim.

Quanto a quantidade de títulos que não foram regularizados, o presidente do TRE-PI não soube precisar, mas disse quantos precisavam atualizar o cadastro. “Ainda não tem um levantamento. Tivemos um [levantamento] antes do dia 9. Tínhamos 300 mil títulos cancelados. Mas milhares compareceram e agora vamos ver quantos diminuíram”, ressalta o desembargador.

A regularização do título só poderá ser feita a partir de novembro, depois das eleições. O eleitor deve ficar atendo para esse novo prazo.

Fonte: Oito Meia

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

DESTAQUES

INHUMA│Homem é preso por posse de arma e ameaça de morte

Somente no corrente mês de maio, a Polícia Militar de Inhuma retirou de circulação quatro casos de posse de arma de fogo que colocavam a vida dos inhumenses em risco.

DESTAQUES 0 Comments

Ministério disponibiliza R$ 26 milhões para combate à seca no Piauí

O Ministério da Integração Nacional destinou R$ 26 milhões para combater os impactos da seca no estado do Piauí. As ações serão executadas pelo Ministério em parceria com a Companhia

DESTAQUES

Companheiro está proibido de se aproximar de cantora agredida no Piauí

A delegada titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, Vilma Alves, solicitou medida protetiva para impedir que Marcelo Francisco Pereira de Oliveira se aproxime da cantora piauiense Gleycielle Mendes