Conecte-se conosco

Alagoinha do Piauí

5ª Conferência Municipal de Assistência Social discute melhorias para Alagoinha do Piauí

Publicado

em

Foi realizada na manhã desta quarta-feira, 21, a V Conferência Municipal de Assistência Social na cidade de Alagoinha do Piauí. O evento aconteceu no auditório do Centro de Referência da Assistência Social e contou com o credenciamento, abertura, apresentação pelo órgão gestor do Sistema Único de Assistência Social em âmbito municipal, avanços, desafios e possibilidades.

Na abertura proferida por Helena Nara que é presidente do Conselho Municipal de Assistência Social e supervisora do Programa Criança Feliz, foi destacado a importância da discussão das políticas públicas.

“O sentimento hoje é de gratidão, porque mesmo nesse cenário de pandemia em que estamos vivendo, podemos nos reunir para a realização dessa conferência. Esse é o momento em que a gente terá uma noção macro das especificidades dos territórios, com a participação de vocês, de pessoas, que utilizam essa política pública. É um momento também de ver as fragilidades, potencialidades e ver novas diretrizes para o fortalecimento dessa política. Este ano, a discussão será responsabilidade do Estado, que diz respeito ao cofinanciamento e, ao mesmo tempo, o direito do povo às políticas públicas”, disse.

A palestra Magna foi ministrada pela assistente social Ângela Bezerra. Neste ano o tema trabalhado é “Assistência Social: direito do povo e dever do Estado com financiamento público para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social”.

Na 5ª conferência foram abordados cinco eixos temáticos. O eixo 1 apresentado pelas assistentes sociais Angerli e Nana Farias, trabalhou a proteção social não contributiva e o princípio da equidade como paradigma para a gestão dos direitos socioassistenciais no enfrentamento das desigualdades.

No eixo 2 ministrado por Helena Nara e Cláudia foi discutido o financiamento e orçamento como instrumento para uma gestão de compromissos e corresponsabilidades dos entes federativos para garantir os direitos socioassistenciais.

A apresentação do eixo 3 abordou o controle social: o lugar da sociedade civil no SUAS e a importância da participação dos usuários, apresentado por Nilda e Pâmela.

No eixo 4, Belmira e Brícia discorreram sobre gestão e acesso ás seguranças socioassistenciais e articulação entre serviços, benefícios e transferências de renda como garantias e direitos socioassistenciais e proteção social.

O eixo 5 explanado por Rogeânia Alves e Ducília foi sobre atuação do SUS em situações de calamidade pública e emergências.

A secretária de Assistência Social, Maria de Lourdes, se emocionou com o encontro presencial depois de mais de um ano de pandemia.

“A assistência social é a casa da família. Há pouco mais de um ano de forma triste tivemos que parar algumas atividades que fazíamos semanalmente/ quinzenalemente, tivemos que ter esses intervalos e afastamentos porque fomos obrigados”, destacou.

A gestora ressaltou que a conferência das secretarias é um momento também de prestação de contas e buscar atividades em prol de melhorias. “Precisamos desses encontros e trabalhos para buscarmos melhorias para o público da assistência social […] Além da pandemia que nos prejudicou na saúde, tivemos o prejuízo em relação a recursos federais de onde buscávamos mais recursos para atender melhor e oferecer algo a mais como vínhamos antes fazendo. Estamos aqui tentando retomar os encontros. Vamos participar da conferência”, disse a secretária de Assistência Social de Alagoinha do Piauí.

O prefeito Jorismar Rocha, fez uso da palavra para enfatizar sobre dificuldades financeiras que o município enfrenta em diversas áreas. Ele citou que a assistência social foi muito atingida com relação aos recursos repassados pela esfera federal.

“É um prazer participar de mais uma conferência. Tivemos grandes perdas em recursos dos programas da assistência social, bem como em programas da saúde. O país, desde o início dessa pandemia tem passado por grandes dificuldades na administração federal, estadual e municipal […] são importantes essas conferências porque é o momento de fazer levantamento do que está sendo feito, as necessidades que têm que ser feitas futuramente para que possamos cada dia atender a população de uma forma melhor e mais justa. Agradeço a participação de todos”, concluiu o prefeito Jorismar Rocha.

A Conferência foi marcada por debates, divisão e orientação para os trabalhos de grupo, explanação e posterior aprovação para as propostas, escolha dos delegados para conferência estadual, avaliação participativa e finalização do evento.

Na 5ª Conferência Municipal de Assistência Social, a mesa de honra foi composta pelo prefeito Jorismar acompanhado da primeira-dama e secretária de Educação, Anatália Rocha; a secretária de Assistência Social, Maria de Lourdes; Helena Nara Assistente (presidente do conselho municipal de assistência social e supervisora do programa Criança Feliz; a professora Ângela Bezerra, que é assessora técnica da Secretaria de Assistência Social de Alagoinha, e  a coordenadora do CRAS, Nana Farias; o secretário de Administração Flávio Rocha;  demais profissionais da assistência social.

Veja mais imagens

Publicidade

Facebook

MAIS ACESSADAS