Justiça anula provas encontradas na casa do suspeito de assassinar a ex-namorada Aretha Dantas
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 13/04/19

Justiça anula provas encontradas na casa do suspeito de assassinar a ex-namorada Aretha Dantas

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) decidiu pela nulidade do procedimento de busca e apreensão na casa do acusado de matar a ex-namorada, Aretha Dantas, no dia 14 de maio do ano passado. O procedimento foi anulado porque a polícia não tinha autorização judicial para adentrar o imóvel.

Na casa do acusado, Paulo Alves dos Santos Neto, foram encontrados seu carro com sangue da vítima, uma faca e uma carta na qual ele demonstra raiva de Aretha Dantas. Além disso, a casa tinha cabelos da vítima e sangue pelo chão.

Interior do carro possui manchas, que segundo a polícia seriam de sangue — Foto: José Marcelo/G1PI

Interior do carro possui manchas, que segundo a polícia seriam de sangue — Foto: José Marcelo/G1PI

O advogado de acusação, Marcus Vinícius, informou ao G1 que vai recorrer, porque era um estado de necessidade e Paulo Alves era o principal suspeito e o proprietário da casa foi responsável por abrir o imóvel e deixar os policiais entrarem. Já o advogado de defesa, João Marcos, não quis comentar sobre a decisão.

“Ele era o principal suspeito. Todo os vizinhos informaram que ele estava dentro da casa. Polícia bateu no portão, ninguém respondeu, ninguém abriu. Policial subiu no muro viu que dentro tinha um carro todo sujo de sangue, um cachorro muito alterado. Viu toda aquela situação, sangue na casa. Só que a polícia não adentrou, ligou para o proprietário da casa que foi até lá, abriu a casa e foi aí que eles adentraram”, disse.

Relembre o caso

Aretha Dantas, de 32 anos, foi assassinada no dia 15 de maio. — Foto: Arquivo pessoal

Aretha Dantas, de 32 anos, foi assassinada no dia 15 de maio. — Foto: Arquivo pessoal

O corpo da cabeleireira Aretha Dantas foi encontrado no dia 15 de maio, com mais de 20 perfurações e marcas de atropelamento na Avenida Maranhão. O autor teria esfaqueado a vítima dentro do carro e depois jogado seu corpo na via.

No dia seguinte, Paulo Alves dos Santos Neto foi preso como principal suspeito. Em depoimento para a delegada Luana Alves, o ex-namorado da vítima confessou o crime.

Fonte: G1 Piauí


ACOMPANHE O PORTAL NAS REDES SOCIAIS:
@cidadesnanet
Facebook.com/cidadesnanetoficial

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

Secretário de Educação confirma pagamento de recursos do Proete

Em reunião com o presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Jonas Moura, o secretário de Educação do Estado, Ellen Gera, confirmou para esta sexta-feira (12) o pagamento de recursos

NOTÍCIA DESTAQUE

Trecho da BR-324 na divisa entre PI e BA continua interditado

O trecho da BR-324 continua interditado há quase uma semana devido ao protesto dos moradores de Dirceu Arcoverde, Sul do Piauí, e Remanso, na Bahia, que cobram pavimentação da rodovia.

Picos

PICOS | Delegado descarta relação entre homicídios e diz que polícia já tem um suspeito

O delegado de polícia civil de Picos, Miguel Carneiro, afirmou em entrevista à nossa reportagem que a polícia já tem um suspeito do homicídio que ocorreu no bairro Junco, nesta