Mãe dos gêmeos recém-nascidos encontrados em matagal é indiciada por abandono de incapaz
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 15/11/18

Mãe dos gêmeos recém-nascidos encontrados em matagal é indiciada por abandono de incapaz

O laudo pericial sobre os bebês gêmeos encontrados mortos em um matagal na zona rural da cidade de Curralinhos, a 85 km de Teresina, concluiu que as crianças morreram por sufocamento. O inquérito policial foi concluído nesta quarta-feira (14), e indiciou a mãe das crianças por abandono de incapaz com resultado morte. O inquérito será encaminhado ao Ministério Público na próxima segunda-feira (19).

A mãe deu a luz aos bebês em um matagal no último dia 7, deixou os dois no local e voltou para casa. Depois do parto, as crianças ficaram sozinhas e logo faleceram. De acordo com o delegado Anchieta Pontes, da delegacia de Monsenhor Gil, O laudo pericial concluiu que as crianças tinham água nos pulmões, e que morreram por sufocamento.

“As crianças ficaram abandonadas, não passaram por aqueles procedimentos que os médicos fazem com as crianças para desobstruir as narinas, às vezes até provocar um choro para encher os pulmões de ar. Então eles morreram, por abandono mesmo”, contou o delegado Anchieta.

A mãe das crianças tem 26 anos e uma filha de seis anos. Em depoimento à Polícia Civil ela confessou o crime e alegou que contraiu hanseníase e estava sob efeito de um medicamento para combater a doença quando deu a luz aos bebês. Segundo a mãe, o medicamento teria provocado efeitos colaterais psicológicos, que a teriam feito abandonar os bebês.

“Ela disse que estava tomando esse medicamento, e que estava inchada e não sabia que estava grávida. Mas estranho ela mesma não saber, por que já tem uma filha”, comentou o delegado.

Parentes da mãe dos bebês contaram em depoimento à Polícia que depois do parto, quando ela voltou para casa, perceberam que ela tinha um sangramento. Questionada pelos familiares, a mulher tentou esconder que havia passado pelo trabalho de parto. O irmão dela encontrou os bebês ao seguir o rastro de sangue deixado por ela do local onde nasceram até a casa onde moravam.

Segundo o delegado Anchieta, a mulher se encontra bastante debilitada desde o parto. O inquérito foi concluído e deve ser encaminhado ao Ministério Público na próxima segunda-feira (19), devido ao feriado da Proclamação da República. O delegado contou que deixará o pedido de prisão da mãe a critério do Ministério Público, devido ao seu estado físico e psicológico.

Fonte: G1 Piauí

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

Duas estudantes do Piauí tiram nota 1000 na Redação e comemoram feito

Não faltam motivos para as estudantes teresinenses Letícia Islávia e Vitória Castro comemorarem nesta sexta-feira (17). Elas fazem parte do seleto grupo que atingiu nota 1000 na Redação do Exame

Jaicós 0 Comments

Clube FM é inaugurada em Jaicós; veja fotos

Inaugurada a Clube FM, a primeira rádio FM legalizada da centenária cidade de Jaicós. Após a publicação, em janeiro deste ano, da portaria autorizando a Associação de Comunicação, Cultura e

NOTÍCIA DESTAQUE

Aneel mantém bandeira tarifária amarela para janeiro de 2020

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou na tarde desta sexta-feira, 27, que as contas de luz seguirão com a cobrança de um custo adicional de R$ 1,343 para