“Não tenham medo, nós estaremos aqui”, diz Haddad em seu pronunciamento após derrota
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 28/10/18

“Não tenham medo, nós estaremos aqui”, diz Haddad em seu pronunciamento após derrota

Em sua primeira declaração após a confirmação de sua derrota para Jair Bolsonaro (PSL) na disputa pelo Planalto, candidato do PT, Fernando Haddad pediu respeito a seus cerca de 45 milhões de votos e afirmou que seus eleitores não precisam ter medo. “Nós estaremos aqui. Nós estamos juntos”, disse. “Contem conosco. Coragem, a vida é feita de coragem. Viva o Brasil”.

Haddad só discursou após o primeiro pronunciamento de Bolsonaro como presidente eleito. Ele acompanhou a apuração ao lado da família e de lideranças do partido em um hotel na zona sul de São Paulo. O candidato derrotado não ligou para o vencedor, como é tradição na disputa eleitoral brasileira.

O petista foi recebido com comemorações pelos militantes ao chegar no salão em que fez seu pronunciamento. Na sequência, os organizadores do evento pediram um minuto de silêncio e lembraram de mortes ligadas à política, como a vereadora carioca Marielle Franco (PSOL) e a do mestre Moa do Katendê. “Nós não vamos deixar esse país para trás, respeitando a democracia.”

Ao lado de Haddad, também estavam sua candidata a vice, Manuela D’Ávila, além dos presidentes do PSOL, Juliano Medeiros, e PCdoB, Luciana Santos. O candidato derrotado do PSOL ao Planalto, Guilherme Boulos também participou do ato. A ex-presidente Dilma Rousseff foi a mais festejada entre os presentes, tendo seu nome gritado pelos militantes. “Dilma, guerreira da pátria brasileira”, entoaram. Os petistas também assoviaram a música “olê, olê, olá, Lula”.

Apesar de todas as pesquisas apontarem uma provável derrota, a campanha petista construiu um discurso de otimismo nos últimos dias. Neste domingo, antes de ir votar, Haddad chegou a dizer que estava confiante em “um grande resultado hoje”. “As pesquisas indicam uma retomada importante da intenção de voto no nosso projeto. E eu confio na democracia, confio no povo brasileiro”.

Em contraste, lideranças petistas mantiveram o tom de cautela ao longo de todo dia. Para alguns petistas, a derrota já era algo esperada, e a esperança era de diminuir a diferença de Haddad para Bolsonaro. Uma margem menor daria mais força para o partido ter força como oposição ao governo do presidente eleito.

Quando houve a confirmação da vitória de Bolsonaro, alguns militantes choraram. “Estaremos na resistência do dia a dia”, disse um apoiador petista que estava no hotel.

Fonte: UOL

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

Força Tarefa de procuradores da república vai atuar na Operação Topique

O Ministério Público Federal (MPF) divulgou nesta quarta-feira (24) que três procuradores da República vão atuar nos processos da Operação Topique, deflagrada em agosto pela Polícia Federal em parceria com

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

Chacina em Pio IX: polícia suspeita de crime por encomenda

A Polícia Civil destacou um delegado para comandar de perto as investigações acerca de um triplo homicídio ocorrido na noite desta quinta-feira na zona rural da cidade de Pio IX,

Alegrete do Piauí

Câmara aprova 20 títulos de Cidadania que serão entregues no 27º aniversário de Alegrete. Veja os indicados!

O plenário da Câmara Municipal de Alegrete do Piauí, aprovou em sessão ordinária realizada na noite desta sexta-feira, 13, Decretos Legislativos que concedem Título de Cidadania Alegretense a 20 pessoas,