“Negão do Cachorro-quente” é velado na funerária Santa Ana e sepultamento acontecerá na manhã de quarta-feira (09)
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 08/05/18

“Negão do Cachorro-quente” é velado na funerária Santa Ana e sepultamento acontecerá na manhã de quarta-feira (09)

Teve início às 10h00min o velório do comerciante, Francisco José dos Santos, o popular “Negão do Cachorro-quente”, de 52 anos. Ele veio a óbito por volta das 05h00min desta terça-feira (08), no Hospital Regional Justino Luz onde estava internado há três semanas. A causa da morte foi um infarto.

O corpo do “Negão do Cachorro-quente” está sendo velado no salão de velórios da funerária Santa Ana, que fica localizada na Rua Luís Nunes, bairro Bomba, próximo a Agespisa. A missa de corpo presente será realizada nesta quarta-feira (09), a partir das 07h00min, na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, a Igrejinha. Já o sepultamento vai acontecer logo em seguida no cemitério São Pedro de Alcântara.

Bastante conhecido na cidade de Picos o “Negão do Cachorro-quente” comercializou lanches na Praça Justino Felix Pacheco durante três décadas. Nos últimos anos ele teve sua saúde debilitada por conta de um diabetes que comprometeu a sua visão, onde inclusive uma campanha foi realizada para arrecadar recursos para que ele fizesse uma cirurgia. Devido a gravidade da doença, por pouco o comerciante também não teve um pé amputado. Mas familiares disseram a nossa reportagem que o comerciante estava com o diabete controlado, contudo, ele apresentava um quadro de hipertensão.

(Foto/ Piauí 24hs/ “Negão” tinha 52 anos)

Além da saúde comprometida, desde o dia 14 de março o “Negão do Cachorro-quente” enfrentava outro problema em sua vida, dessa vez no campo profissional. Atendendo uma recomendação do Ministério Público Estadual (MPE), a Prefeitura de Picos decidiu retirar os trailers das Praças Josino Ferreira e Felix Pacheco, no Centro. Alguns estabelecimentos, entre ele o do “Negão”, chegaram a ser embargados pelo município na Praça Felix Pacheco. No entanto, o prazo para saída foi estendido até o dia 30 de abril, mas os comerciantes permanecem na praça por conta do local para onde serão transferidos, na Avenida Beira Rio no bairro Boa Sorte, ainda não ter ficado pronto.

Na época do embargo dos trailers o “Negão do Cachorro-quente” chegou a chorar diante da possibilidade de ser retirado do local onde tirava o seu sustento e da família há 30 anos. “Estou doente e não tenho como sobreviver sem meu trailer. O prefeito Walmir não poderia ter feito isso, são 30 anos de trabalho e luta e Picos”, disse o comerciante em um vídeo publicado no site Piauí24hs naquela oportunidade.

Diante dessa situação uma campanha com a #somostodosnegão foi iniciada nas redes sociais. O objetivo era convencer a administração municipal a não retirar o comerciante do local onde trabalhava há três décadas. “Isso tudo deixou ele muito abalado”, disse um irmão do “Negão”.

(Foto/ Portal O Povo/ Trailer do “Negão” na Praça Felix Pacheco)

Fonte: O Povo

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

Auto Escola Jaicoense inicia curso de formação de condutores na cidade de Padre Marcos

Teve início nesta quarta-feira (29) o Curso de Formação de Condutores ministrado pela Auto Escola Jaicoense, na cidade de Padre Marcos. Na ocasião, o gerente da Auto Escola, Antonio Robert Silveira Reis (Robim)

Campo Grande do PI

Agespisa manterá racionamento de água em cidades da região de Picos

As chuvas intensas que caíram sobre municípios localizados na macrorregião de Picos tiveram como reflexo o aumento do volume de água nos açudes e barragens. A situação atual é animadora

PICOS: Projeto Jovens Radialistas do Semiárido forma 50 comunicadores

Na noite deste último sábado (22) o Centro de Treinamento Diocesano de Picos (CTD) sediou mais uma solenidade de formatura do Projeto Jovens Radialistas do Semiárido do Instituto ComRadio do