Professores e alunos fazem caminhada na capital em novo protesto em defesa da Uespi
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 10/04/19

Professores e alunos fazem caminhada na capital em novo protesto em defesa da Uespi

Professores e estudantes da Universidade Estadual do Piauí realizam agora a Marcha em Defesa da UESPI. O grupo sai em caminhada desde a Assembleia Legislativa do Piauí até o Palácio de Karnak, sede do governo do Estado.

Em 16 de março, uma greve foi deflagrada na instituição, como forma de protesto às condições em que hoje se encontram a UESPI, com déficit de professores em cursos importantes como Medicina, falta de estrutura nas salas de aula, suspensão do pagamento de bolsas, etc. A principal reivindicação de professores e alunos é a garantia da autonomia financeira da universidade.

View this post on Instagram

🆘📚 #SOSUESPI | Professores e estudantes da Universidade Estadual do Piauí realizam agora a Marcha em Defesa da UESPI. O grupo sai em caminhada desde a Assembleia Legislativa do Piauí até o Palácio de Karnak, sede do governo do Estado. Em 16 de março, uma greve foi deflagrada na instituição, como forma de protesto às condições em que hoje se encontram a UESPI, com déficit de professores em cursos importantes como Medicina, falta de estrutura nas salas de aula, suspensão do pagamento de bolsas, etc. A principal reivindicação de professores e alunos é a garantia da autonomia financeira da universidade. #uespi #alunos #professores #protesto #marcha #freiserafim #teresina #news #instanews #180graus #Piaui

A post shared by 180graus (@180graus) on

Decisão

Ontem, o juiz Julio Cesar Garcez, titular da 2ª Vara da comarca de Campo Maior, determinou, por meio de decisão liminar, que o Governo do Estado do Piauí não contingencie recursos na ordem de R$ 56,5 milhões destinados pela Lei Orçamentária Anual 2019 a construção, reforma e ampliação da infraestrutura da Universidade Estadual do Piauí.

A decisão refere-se a Ação Civil Pública (ACP) proposta pelo Ministério Público do Estado do Piauí (MPE-PI) e enfatiza a atual falta de autonomia financeira e orçamentária da Uespi, o que contraria a Constituição Federal e o Estatuto da instituição. Em caso de descumprimento, a decisão prevê o bloqueio das contas do Governo do Estado no valor correspondente.

 

 

 

Fonte: 180 graus


ACOMPANHE O PORTAL NAS REDES SOCIAIS:
@cidadesnanet
Facebook.com/cidadesnanetoficial

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

Picos

Decretada emergência em municípios da Região de Picos

Alguns municípios do semiárido piauiense estão com os principais reservatórios d’água operando com índices abaixo de 30% de suas capacidades. A irregularidade na distribuição pluviométrica, sobretudo nessa região, causou uma

NOTÍCIA DESTAQUE

CNB escolhe Francisco Limma como sucessor de Assis Carvalho, mas candidatos reagem

A corrente Construindo um Novo Brasil (CNB) não abre mão de indicar o sucessor do deputado federal, Assis Carvalho, na presidência estadual do PT. O nome escolhido pela corrente é

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

Piauiense ainda não se adaptou à Lei do farol aceso; 434 foram multados

Lei que obriga o uso do farol baixo durante o dia nas rodovias e em trechos que cortam as cidades vem sendo desrespeitada por alguns mortoristas piauienses. O não cumprimento