Tite aparece na 41ª posição em lista com os 50 melhores treinadores do mundo
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 27/07/16
Comments 0

Tite aparece na 41ª posição em lista com os 50 melhores treinadores do mundo

A revista inglesa FourFourTwo está divulgando aos poucos a lista que elege com a ajuda de profissionais e especialistas os 50 melhores técnicos do mundo. Quem está na relação, na 41 colocação, é Tite, ex-Corinthians e atualmente no comando da Seleção Brasileira.

Tite aparece logo à frente de Manuel Pellegrini, ex-Manchester City. A Four Four Two destaca os títulos da Libertadores e do Mundial de Clubes de 2012 conquistados com o Corinthians.

“Ele é conhecido pelo seu caráter, pela ética profissional rigorosa, e a relação franca com os jogadores. Os seus grandes feitos vieram com o Corinthians, com a Copa Libertadores e o Mundial de 2012 (…). O técnico de 55 anos não tem vergonha em ganhar por 1 a 0, desde que ganhe troféus. Então, por enquanto, esqueçam o retorno do jogo bonito”, publicou o site da revista, que ainda menciona o título do Brasileirão de 2015 e a reconstrução do Timão no início desta temporada.

A publicação ainda não anunciou os melhores colocados. Por enquanto, a lista apresentada mostra apenas do 21º ao 50º do ranking.

Fonte: Goal

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

ESPORTES

Brasil dá show, vence Bélgica por 3 a 0 e se aproxima do décimo título do GP

O início da partida entre Brasil e Bélgica, válida pela terceira rodada do Grand Prix, foi atrasado em 50 minutos, por conta da longa partida preliminar entre Rússia e Turquia.

ESPORTES

O que emagrece mais: dieta ou exercício?

Se você não tem certeza se o negócio é malhar ou fechar a boca para afinar mais, siga a sua intuição. A sugestão tem respaldo científico: uma pesquisa da Universidade

ESPORTES

O desenvolvimento do futebol feminino, no Piauí, no Brasil e no mundo

O futebol feminino está no caminho de um crescimento acelerado em todo o mundo. A extraordinária presença de público nos jogos do mundial da França e os índices de audiência