Auxílio emergencial chega a R$ 207,9 bilhões para 67,2 milhões de pessoas
Publicado por: | Data: 25/09/20

Auxílio emergencial chega a R$ 207,9 bilhões para 67,2 milhões de pessoas

A Caixa alcança hoje (25) a marca de 304,5 milhões de pagamentos do auxílio emergencial, atendendo 67,2 milhões de pessoas. Os pagamentos somam um montante de R$ 207,9 bilhões disponibilizados pelo Governo Federal, com o objetivo de amenizar os impactos da pandemia da covid-19 na renda da população brasileira.

Hoje será pago R$ 1,6 bilhão do auxílio para 4 milhões de beneficiários nascidos em setembro, conforme o calendário do Ciclo 2, e a disponibilização de R$ 428,2 milhões referentes à primeira parcela do auxílio emergencial residual para 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com final de NIS número 7.

Os ciclos de crédito em conta seguem até dezembro para o pagamento das parcelas definidas pelo Governo Federal para o público do CadÚnico e para quem se cadastrou pelo App Caixa | Auxílio Emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Atendimento

A Caixa processou 109,1 milhões de cadastros para o auxílio emergencial. Foram 1,73 bilhão de visitas ao site criado para o programa; mais de 120 milhões de downloads do App Auxílio Emergencial; mais de 522 milhões de ligações para central telefônica 111 e mais de 240 milhões de downloads do aplicativo Caixa Tem.

Fonte: Agência Brasil

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

MUNICÍPIOS

Após atraso em salários, Justiça proíbe cidade do Piauí de realizar festas até 2020

Após uma série de atraso em salários de funcionários, a cidade de Novo Oriente, distante 235 km e Teresina, não poderá realizar festas utilizando recursos municipais até o final de

ESPORTES 0 Comments

Veja como será camisa da Seleção nas Olimpíadas

A CBF divulgou nesta terça-feira como serão as camisas usadas pelas seleções masculina e feminina na disputa dos torneios de futebol da Olimpíada. Mais uma vez, os uniformes amarelo e

GERAL

No Piauí, tutores fazem campanha nas redes sociais após morte de cadela

A morte da cadelinha Luna, possivelmente em envenenamento criminoso em Teresina, motivou a campanha nas redes sociais #envenenaranimaisécrime. No Instagram, tutores de várias estados brasileiros postaram fotos dos seus pets com cartazes