Brasileiros ainda têm o hábito de guardar dinheiro em casa
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 30/07/18

Brasileiros ainda têm o hábito de guardar dinheiro em casa

Guardar dinheiro no final do mês não é um hábito comum do consumidor brasileiro, como todos nós sabemos. Mas um dado divulgado pelo SPC revela que nem mesmo aqueles que conseguem poupar, um pouquinho que seja, procuram fazer o dinheiro render. A busca por aplicações rentáveis é uma atitude adotada por uma parcela mínima da população. Um quarto dos poupadores guarda dinheiro na própria casa, o que é uma opção arriscada por questões de segurança e muito negativa do ponto de vista da rentabilidade, já que o dinheiro fica parado sem render juros.

Além disso, ao manter o dinheiro em casa, o consumidor está perdendo o poder de compra pela inflação e isso pode ser prejudicial para seus objetivos. Se a intenção é se proteger dos imprevistos, o ideal é optar por uma reserva com alta liquidez – aquelas em é possível sacar o dinheiro a qualquer momento – ainda que isso implique em um rendimento menor. Por outro lado, se o objetivo é poupar para o longo ou médio prazo, aplicações menos líquidas, isto é, com menos facilidade para sacar, podem servir de freio ao impulso de usar esse dinheiro para contas do dia a dia, por exemplo.

Mas poucos são os brasileiros que têm consciência real das suas necessidades financeiras, e isso inclui, a consciência das várias formas de fazer o dinheiro render.  Uma prova disso é que, mesmo com a popularização de modalidades como o Tesouro Direto e das letras de crédito nos últimos anos, a velha caderneta de Poupança continua líder absoluta como o principal tipo de aplicações dos poupadores brasileiros, citada por 60% dos entrevistados.

Outra escolha bastante mencionada é a Conta Corrente, modalidade usada por 18% dos brasileiros que possuem recursos guardados. Completam o ranking de principais aplicações a Previdência Privada (7%), Fundos de Investimentos (5%), CDBs (4%) e Tesouro Direto (4%).

A pesquisa do SPC revela ainda que menos de 20% da população têm conseguido guardar dinheiro nos últimos meses. Mesmo entre as pessoas de mais alta renda, o hábito de poupança revela ser algo precário. Veja mais detalhes no quadro Economia Popular, da Rádio Cidade Verde.

Fonte: Cidade Verde

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

GERAL

TST permite que Cepisa demita em massa seus servidores

O Tribunal Superior do Trabalho, por meio de decisão do ministro presidente Dr. João Batista Brito Pereira, cassou, na manhã desta segunda (04), os efeitos da decisão do Tribunal Regional

ENTRETENIMENTO

Custo para o casamento de Preta Gil pode ultrapassar mais de R$ 2 milhões

Preta Gil e Rodrigo Godoy se casam na noite desta terça-feira (12), no Rio de janeiro. A cerimônia, com 28 casais depadrinhos, acontece na Igreja Nossa Senhora do Carmo da

GERAL

Lula chora e relembra luta de Marisa Letícia em missa de 1 ano de morte

A missa de um ano do falecimento da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva ocorreu ontem (03) na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo. Muito emocionado,