Decreto autoriza aumento anunciado de 9% nos benefícios do Bolsa Família
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 06/05/16
Comments 0

Decreto autoriza aumento anunciado de 9% nos benefícios do Bolsa Família

A presidente Dilma Rousseff editou o Decreto 8.747/2016, que autoriza aumento médio de 9% nos benefícios do Bolsa Família, anunciado por ela no último Dia do Trabalho, em 1º de maio. O texto está publicado no Diário Oficial da União (DOU) e diz que que “os Ministérios da Fazenda, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e do Planejamento, Orçamento e Gestão poderão, em ato conjunto, majorar os valores dos benefícios e os valores referenciais para caracterização de situação de pobreza ou extrema pobreza”.

De acordo com o decreto, o repasse do valor básico mensal para famílias em situação de extrema pobreza sobe de R$ 77 para R$ 82. Os outros benefícios passam de R$ 35 para R$ 38 e de R$ 42 para R$ 45. O documento não cita a data de vigência dos novos valores, o que deverá ser definido em ato posterior dos três ministérios. Mas a previsão é que o aumento comece a valer em junho, conforme Dilma anunciou.

Segundo o governo, o custo desse aumento já estava previsto no Orçamento deste ano. O decreto, no entanto, ressalva que “compete ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome a avaliação sobre o cumprimento dos requisitos previstos pelo 6º parágrafo do art. 2º da Lei nº 10.836, de 2004”, que cria o Programa Bolsa Família. Esse trecho da lei diz que os valores dos benefícios poderão ser majorados “em razão da dinâmica socioeconômica do País e de estudos técnicos sobre o tema”, desde que os custos sejam compatibilizados com as dotações orçamentárias existentes.

O Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, noticiou esta semana que o governo não pode se comprometer com uma nova despesa sem a mudança da meta fiscal deste ano, cujo projeto está em tramitação no Congresso. A alteração é necessária para acomodar a frustração das previsões de receita. Isso porque não há espaço fiscal para o aumento de gastos, principalmente diante do rombo potencial de quase R$ 100 bilhões este ano nas contas do governo e de R$ 65 bilhões já previstos no projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2017. A proposta enviada aos parlamentares altera a meta de um superávit de 2016 de R$ 24 bilhões para um déficit de até R$ 96,6 bilhões.

Fonte: BOL Notícias

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

Motorista perde o controle do carro e atropela ciclista de 14 anos na BR-343

Um acidente grave ocorreu nesta terça-feira (16) no povoado vista alegre na BR-343, no município de Altos. O motorista de um carro perdeu o controle da direção e atingiu um

ESPORTES

PICOS | Em amistoso, SEP goleia Crato com 5 a 1

A Sociedade Esportiva de Picos venceu, na noite deste sábado (24), um amistoso contra o Crato-CE. Enquanto o time picoense fez cinco gols, o cearense diminuiu a diferença marcando apenas

GERAL

Defesa pede ao STF liberdade do acusado de matar Iarla Lima

A defesa de José Ricardo da Silva Neto, ex-oficial do Exército Brasileiro, preso preventivamente pela suposta prática de feminicídio e dupla tentativa de homicídio, ingressou com Recurso Extraordinário às 19h02min