Diretora e aluno gravam vídeo ao som de funk para atrair estudantes no Piauí
Publicado por: | Data: 17/01/20

Diretora e aluno gravam vídeo ao som de funk para atrair estudantes no Piauí

A diretora da Escola Estadual Lucídio Portela, Socorro Mendes, foi quem teve a ideia. O aluno Nakatchu Moraes, conhecido nas redes sociais e entre amigos como Neguxa, foi quem executou o plano: um vídeo divertido e informativo com o objetivo de atrair estudantes para a escola da Zona Sul de Teresina, que ano após ano vê as salas de aula esvaziando por conta do alto índice de evasão escolar.

Quando a diretora começou a trabalhar na unidade, há cerca de 10 anos, a escola tinha mais de 400 alunos matriculados, com idades entre 10 e 20 anos, do ensino fundamental até o Ensino de Jovens e Adultos (EJA). Em 2019, havia pouco mais de 300. Uma redução de 25%.

“Nós temos um número mínimo de alunos para cada sala de aula, para que a escola se mantenha funcionando. Por isso, pensei em fazer alguma coisa. Então falei com um dos nossos alunos mais desinibidos, engraçados, que já faz isso nas redes sociais e que tem uma história muito bonita de determinação”, contou ela ao G1.

Assista o vídeo

Nakatchu foi o aluno que estrelou o vídeo gravado na própria escola. Nas cenas, ele fala seus bordões e faz o convite.

“Menino e por que tu parou de estudar? A vida é babado, mas eu quero te convidar pra fazer parte da escola Lucídio Portela, que é de Teresina e que ‘bota pra chorar’. Do 6º ao 3º ano do ensino médio e à noite o EJA”, diz ele ao som de um funk no vídeo.

Ao G1, Nakatchu contou que hoje tem 30 anos e deixou de estudar há cerca de 10 anos, antes mesmo de concluir o ensino fundamental, porque precisou começar a trabalhar e não conseguiu conciliar os estudos com a necessidade de obter uma renda. Segundo ele, essa é a realidade que vê os colegas de classe enfrentando e precisando abandonar as salas de aula.

“A maioria que entrou na escola comigo, hoje fala pra mim que se tivesse continuado, já estaria terminando o ensino médio, como eu estou agora, já no terceiro ano. Mas por questões da vida, muitos precisam parar de estudar”, explicou.

A diretora Socorro Mendes cita ainda o uso de drogas e o envolvimento na criminalidade como fatores decisivos para o abandono dos estudos.

“A gente vê isso de forma muito forte dentro da escola, então estamos tentando de algum jeito atrair os alunos, mostrando que não temos preconceitos, que queremos acolher, que estamos de portas abertas”, disse.

Nakatchu contou o que, para ele, foi decisivo para retornar aos cadernos e livros mesmo depois de 10 anos afastado das lições de matemática, história e português: o sonho de cursar jornalismo.

“Eu sabia que só a educação, só o conhecimento ia me levar onde eu quero. E eu digo isso para todos: só assim a gente pode crescer na vida. Eu tenho o sonho de fazer jornalismo e estou estudando para fazer o Enem no fim do ano. Estou terminando o ensino médio esse ano, conciliando trabalho e estudo porque entendi que só assim ia ser possível chegar onde eu quero”, declarou.

A Secretaria de Educação confirmou ao G1 que a unidade escolar tem apresentado redução no número de estudantes ano após ano, mas que não há intenção de fechamento da escola. A Seduc destacou que as escolas da rede estadual de ensino permanecem com as matrículas abertas até esta sexta-feira (17) para alunos novos.

Fonte: G1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

IBGE divulga resultado do concurso de 140 vagas

O IBGE divulgou nesta terça-feira (14) o resultado final do concurso para 140 vagas para os cargos de analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas e

Governo e professores da Uespi se reúnem, mas greve continua no Piauí

Os grevistas da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e o secretário do governo do estado, Franzé Silva, voltaram a se reunir na manhã desta terça-feira (24) para discutir as propostas

Picos

Mutirão de Picos deve movimentar R$ 20 milhões em benefícios previdenciários

De 17 a 22 de novembro, a Subseção Judiciária de Picos realizará Mutirão de Audiências Previdenciárias. O evento será realizado no Centro Estadual de Educação Profissional  Petrônio Portela (PREMEN), bairro