Exportações no Piauí crescem 104,9% no 1º semestre de 2015
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 25/08/15

Exportações no Piauí crescem 104,9% no 1º semestre de 2015

As exportações piauienses no 1º semestre de 2015 atingiram US$ 168.510.436,00 crescimento de 104,9%, em relação ao mesmo período do ano anterior. Os dados são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e foram analisados pela Fundação Cepro através do boletim analítico Conjuntura Econômica Semestral. De acordo com economistas da Fundação, o aumento do dólar favoreceu esse quadro.  “Todo esse aumento nas exportações se deu, principalmente, devido à mudança no cambio no primeiro semestre deste ano. Com a alta do dólar, o cenário ficou extremamente favorável para a venda de produtos aos outros países, em contrapartida tornou-se mais custoso à importação de produtos”, explica o economista e presidente da Cepro, Cezar Fortes.

De acordo com os dados apresentados, os principais produtos da pauta de exportação foram os grãos de soja (US$ 125.795.471), as ceras vegetais (US$ 30.688.286), o mel (US$ 4.459.002), o algodão (US$ 4.028.860), a pilocarpina (US$ 1.091.425), os quartzitos e outros minerais (US$ 829.249). “Vê-se que a soja, disparadamente, é o produto que mais influenciou nesse número, isso acontece porque os produtores aproveitaram essa mudança no câmbio e retiraram a venda que comumente era para o mercado interno e repassaram para o mercado externo, onde o dólar favoreceu a lucratividade”, esmiúça Cezar Fortes.

Os números confirmam essa conclusão. Isso porque as maiores variações ocorreram nos seguintes produtos: grãos de soja (248,4%), quartzitos e outros minerais (53,9%), mel (7,9%) e ceras vegetais (3,8%).

No comportamento das exportações, os estados com os maiores crescimentos foram: Acre (150,9%), Piauí (104,9%), Rio Grande do Norte (36,9%), Maranhão (36,1%) e Tocantins (30,2%). Enquanto isso, o restante dos estados brasileiros mostraram desempenhos negativos, assim como o Brasil, que apresentou retração de 14,7%. “É importante destacar o desempenho do Piauí, pois ficou em 2º lugar no comportamento das exportações em termos de crescimento”, salienta o economista e gerente de Pesquisa da Fundação CEPRO, Manuel Moedas.

Saldo – O saldo da balança comercial no 1º semestre de 2015 foi positivo no estado do Piauí, da ordem de US$ 93.001.828. As exportações atingiram US$ 168,510 milhões em 2015; foram US$ 82,221 milhões em 2014. Um crescimento de 104,9%. Já as importações alcançaram US$ 75.508.608, com queda de 45,7%.

 

Governo do Piauí

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

UFPI, UESPI e Governo vão discutir uso medicinal da maconha

O uso medicinal de canabinoides será discutido em simpósio promovido pela Universidade Estadual do Piauí, Universidade Federal do Piauí e Secretaria de Saúde do Estado(Sesapi), nos dias 9 e 10

GERAL

IFPI abre 50 vagas para especialização gratuita em Ensino de Matemática

O Instituto Federal do Piauí (IFPI) está com inscrições abertas, até 18 de fevereiro, para a Especialização em Ensino de Matemática. Estão sendo ofertadas 50 vagas, das quais cinco são

Colunista de ‘O Globo’ diz que, sem recursos, Niède planeja empréstimo

A mídia nacional não esqueceu a situação do Parque Nacional da Serra da Capivara – nem deve. Hoje o tema foi assunto na coluna de Lauro Jardim, em “O Globo”.