Laudo nega envenenamento em criança morta em ritual de magia e aponta abuso sexual
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 25/01/17
Comments 0

Laudo nega envenenamento em criança morta em ritual de magia e aponta abuso sexual

O Departamento de Polícia Técnica Cientifica divulgou, nesta quarta (25), que a menina Francisca Alice Silva Barreto, de 10 anos, não morreu por intoxicação. Os laudos constataram que ela foi vítima de estupro. A menina participou de rituais e faleceu em abriu de 2016. Os laudos já estão sob o poder da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.

O médico legista e diretor adjunto do Instituto de Medicina Legal, José Luís Castelo Branco, foi o responsável pela determinação da cauda de morte da criança.  Segundo ele, a menina morreu vitima de infecção generalizada.

“O que soubemos pelos autos do processo é que ela já possuía um antecedente de pneumonia, e que as bactérias desta infecção pode ter se espalhado por todo o corpo, causando insuficiência de múltiplos órgãos. Os pulmões e o fígado apresentaram sinais de hemorragia e inflamação, assim como o estomago, além de edema encefálico”, disse o médico.

Segundo o diretor do DPTC, médico legista Antônio Nunes, a análise do líquido foi realizada em três locais: o laboratório Lacen e os laboratórios de química da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e do Instituto Federal do Piauí (IFPI). Ele destacou que a “garrafada” não indicou presença de microorganismos e nem de material tóxico.

“Todos os componentes, como flavonóides (pigmentos de cor amarela), magiferina (presente no fruto da magueira) e ácidos fenoicos não estavam presentes em quantidade suficiente para intoxicar essa menina. Tanto o material puro quanto diluído continha essas substâncias em quantidade inferior a 10%. Podemos constatar que o líquido não teve qualquer influência na morte da garota”, explicou.

Cidade Verde

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

GERAL

Modelo é mordida e afunda ao posar com tubarões

Uma estudante de 19 anos teve a sorte de não perder a mão após ser mordida por um tubarão da espécie enfermeiro, enquanto fazia fotos boiando rodeada de vários predadores

Curral Novo do Piauí

Prefeito de Curral Novo Leônidas Lopes entrega propostas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – PRONAF

Nesta segunda feira 11 de maio, o Prefeito  de Curral Novo do Piauí Leônidas lopes levou até a Secretaria de Desenvolvimento Rural do estado as proposta do Programa compra direta

GERAL

Redes de atacarejo começam se instalar em Picos

O município de Picos, localizada no Semiárido Piauiense, tem atraído a atenção de grandes grupos econômicos que vêem na região um importante potencial para investimentos com retorno garantido. Pelo menos